MP denúncia atual e ex-prefeito de Patrocínio por corrupção; Deiró teria oferecido 1 milhão para ter favorecimento em licitação

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) denunciou por crime de corrupção ativa o prefeito e, por crime de corrupção passiva, o ex-prefeito de Patrocínio.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Deiró Marra (atual prefeito) e Júlio Elias (ex-prefeito) respectivamente.
Foto: Reprodução

Em 2007, o atual prefeito teria oferecido um milhão de reais para que a empresa que na época era dele e da família vencesse a licitação para a concessão de transporte coletivo urbano.

O ex-prefeito então direcionou o resultado, incluindo no edital uma cláusula restritiva, e recebeu um milhão de reais por favorecer a empresa do atual prefeito – a Viação Cidade de Patrocínio Ltda., antiga Viação Cidade Paraíso.

A Procuradoria Especializada no Combate aos Crimes de Prefeitos, do MPMG, passou a investigar após receber documentação do Ministério Público do Paraná (MPPR), Gaeco e Gepatria/Guarapava.

Os paranaenses identificaram a fraude em Patrocínio quando investigavam uma organização criminosa que atuava nos procedimentos licitatórios para concessão de serviço público de transporte coletivo urbano envolvendo vários municípios do país.

Um dos envolvidos nos crimes, ao depor em acordo de delação premiada formalizado com o MPPR, informou que o atual prefeito de Patrocínio teria lhe encomendado um edital para fraudar a licitação.

O ex-prefeito, que teve a prisão preventiva decretada por obstruir as investigações da Procuradoria Especializada no Combate aos Crimes de Prefeitos, confessou ao MPMG ter recebido o dinheiro do atual prefeito de Patrocínio para fraudar o processo licitatório.

O ex-prefeito responde como incurso no artigo 317 e o atual prefeito nas penas do artigo 333 do Código Penal.

Fonte: Ministério Público de MG

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ATENÇÃO: Dê preferência em utilizar sua conta do Facebook ou Google para comentar. Comentários com cinco descutidas serão submetidos a moderação. Para denunciar um comentário, clique na bandeira vermelha.
Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.