Motoristas embriagados são presos nas rodovias de Patos de Minas e Lagoa Formosa

A Polícia Militar Rodoviária (PMR) executou a sexta fase da Operação Rota Segura que visa coibir a embriaguez ao volante.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

MGC 354 – Patos de Minas

Dois motoristas foram presos por embriaguez ao volante na MGC-354 em Patos de Minas. A primeira prisão aconteceu na tarde de sábado (12/02) no km 166. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), uma equipe percebeu um Fiat/Palio trafegando em zigue-zague pela rodovia.

Os policiais seguiram o carro e flagraram ultrapassagem a uma caminhonete em faixa contínua, próximo a uma curva, trecho onde é expressamente proibido. O motorista do Fiat/Palio, um jovem de 28 anos, foi abordado e constatado sinais de embriaguez (falta de equilíbrio, fala desconexa, hálito etílico e olhos avermelhados).

Convidado a fazer o teste do bafômetro, o motorista recusou na presença de testemunhas. Devido aos sinais de embriaguez, ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil em Patos de Minas.

Além da infração por embriaguez, o motorista também foi multado pela ultrapassagem proibida. O Fiat/Palio estava regular e foi liberado para um condutor habilitado.

No início da madrugada deste domingo (13/02), um homem de 35 anos foi flagrado com sintomas de embriaguez no km 171. Ele realizou o teste do bafômetro cujo resultado foi positivo, 0,65 mg/L.

O condutor do Fiat/Uno foi preso e apresentado na delegacia de Polícia Civil.

BR-354/352 – Lagoa Formosa

No km 195 da BR-354/352 em Lagoa Formosa, dois motoristas foram enquadrados na blitz da lei seca. No final da noite de sábado (12/02), um Fiat/Uno, emplacado em Patos de Minas, foi parado e a motorista de 40 anos apresentou sintomas de embriaguez.

A mulher foi convidada a fazer o teste do bafômetro, cujo resultado foi 0,52 mg/L. Ela foi presa e encaminhada para a delegacia de Polícia Civil em Patos de Minas.

Mais tarde, no início da madrugada deste domingo (13/02), o motorista do VW/GOL, também de Patos de Minas, foi flagrado com sintomas de embriaguez.

O jovem de 23 anos fez o teste do bafômetro, o qual acusou 0,35 mg/L. Diante dos fatos, ele foi preso e encaminhado para a delegacia.

Lei Seca

Pelo Código de Trânsito, dirigir após o consumo de álcool é infração gravíssima, cuja multa é de R$ 2.934,70. No caso de reincidência, a infração é dobrada e sobe para R$ 5.869,40. Também é considerada infração gravíssima se recusar a soprar o bafômetro.

Além da punição administrativa, a conduta também pode ser considerada crime se o bafômetro indicar concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar. A pena é de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de dirigir.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

2 Comentários
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Soares vando
13/02/2022 19:51

Engraçado nunca vi um motorista amador ficar preso por bebida a lei ou aqueles qye deveria aplicar a lei deicha a desejar porque de vez enquanto tem gente do meio envolvido tanben aí só pode aplicar nos motorista proficional e ainda pior prende a CNH amanhã um advogado vai lá e busca ela vergonha isso viu

Ferreira
13/02/2022 14:36

A multa tinha que ser de 30 mil reais

A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.