Motoqueiro morre em acidente em estrada vicinal de Presidente Olegário

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução (P.O Notícias)

Um jovem de 24 anos, morreu no final da tarde de segunda-feira (01/07), em um grave acidente na estrada vicinal que liga a comunidade de Vargem Grande à cidade de Presidente Olegário. O fato envolveu uma motocicleta e uma carreta e aconteceu por volta das 17h40. As primeiras informações são de que o motoqueiro havia saído da fazenda “Pinta Roxa” onde trabalhava e seguia para a cidade, quando em determinado momento atingiu violentamente a traseira do veículo de carga.

Com o impacto o corpo de Marcos André da Silva, 24 anos, foi lançado ao solo e teve morte instantânea. As marcas do trágico acidente ficaram espalhadas pela estrada evidenciando a violência da batida. Os destroços da motocicleta mostram a gravidade da colisão que ocorreu já no perímetro urbano, distante 300 metros do Bairro Ibiza. Tudo indica que o motoqueiro teve a visão ofuscada pela poeira, já que logo a frente da carreta seguia um caminhão e, com a poeira alta ele pode não ter visto a carreta que seguia a sua frente. O motorista da carreta contou que só foi informado do acontecimento quando parou num posto de combustível.

- Continua depois da publicidade -

A Polícia Militar foi até o local isolou a área e registrou a ocorrência. A Perícia Técnica da Polícia Civil esteve no local para analisar as causas do acidente. O corpo de Marcos André foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Patos de Minas, para ser constatada a causa da morte e posteriormente foi liberado aos familiares para o velório e sepultamento. A moto Honda/XR 200, preta, placa de Presidente Olegário ficou muito danificada, sendo removida do local por um guincho ao Pátio do Detran, já que a vítima não era habilitada.

Matéria: Vanderlei Gontijo/Hamilton Amorim
Fonte: P.O Notícias

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -