Mortes por febre amarela no estado do Rio chegam a 18

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Vacina contra febre amarela

Vacina contra febre amarela Arquivo/Divulgação/Prefeitura de Pitangueiras (SP)

A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro confirmou hoje (3) a morte de mais uma pessoa vítima de febre amarela no estado. No total, são 18 mortes por causa da doença, todas vítimas da febre amarela silvestre, ou seja, em regiões rurais. O número de casos confirmados da doença subiu para 42.

O município com o maior número de casos é o de Valença, no sul fluminense, com 14 confirmações. A cidade também registra o maior número de óbitos: cinco. Em seguida vem Teresópolis, na Região Serrana do estado, com três óbitos e sete casos da doença; duas mortes foram registradas em Nova Friburgo, também na Região Serranae em Rio das Flores, no sul fluminense – na primeira existem três casos confirmados e na segunda, dois.

A Secretaria Estadual de Saúde lembra mais uma vez ressalta que os macacos não são responsáveis pela transmissão da febre amarela. A doença é transmitida através da picada de mosquitos. Ao encontrar macacos mortos ou doentes (apresentando comportamento anormal, como estar do grupo ou ter movimentos lentos), o cidadão deve informar o mais rápido possível as secretarias de Saúde.

A Secretaria reforça a importância das pessoas que ainda não se vacinaram buscarem um posto de saúde próximo de casa para serem imunizadas.

FONTE: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.