Morre na África do Sul ativista Winnie Mandela, aos 81 anos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Morre na África do Sul ativista Winnie Mandela, aos 81 anos

Winnie ainda era figura de referência dentro do Congresso Nacional AfricanoREUTERS/Siphiwe Sibeko/File Photo

A política e ativista Winnie Madikizela-Mandela, segunda esposa do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, morreu nesta segunda-feira aos 81 anos, confirmou seu assistente pessoal, Zodwa Zwane, ao jornal local “Times”.

A reconhecida ativista sofreu uma infecção nos rins pela qual foi hospitalizada e recebeu alta no último dia 20 de janeiro.

Winnie e Nelson Mandela se separaram em 1992, dois anos depois da saída de “Madiba” da prisão, após 27 anos detido, e dois anos antes de se tornar o primeiro presidente negro da África do Sul.

Os dois se conheceram em 1957, se casaram em 1958 e seu divórcio se tornou efetivo em 1996.

Em 1994, após as primeiras eleições democráticas, Winnie foi eleita deputada e nomeada vice-ministra de Arte e Cultura.

Winnie continuava sendo uma figura de referência dentro do Congresso Nacional Africano (CNA), partido que governa a África do Sul desde o fim do “apartheid”.

* É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados

Edição: .

FONTE: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.