Moody’s reduz grau de investimento da Vale após tragédia em Brumadinho

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A agência de classificação de risco Moody’s rebaixou, em escala global, o grau de investimento da Vale de Baa3 para Ba1. A avaliação do rebaixamento foi iniciada após o rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). A agência também alterou a perspectiva para negativa.

A Moody’s apontou que a reclassificação “reflete risco de crédito elevado após o colapso da barragem em 25 de janeiro, em Brumadinho, e as incertezas associadas ao impacto total e implicações a longo prazo deste desastre ambiental”. Além disso, indica que há “significativo excesso de exposição a litígios e responsabilidade financeira que provavelmente persistirá nos próximos anos”.

“Embora a posição financeira robusta da Vale ofereça uma boa proteção contra os possíveis impactos financeiros, o acidente suscita preocupações do ponto de vista social, ambiental e de governança corporativa, especialmente considerando que ocorreu pouco mais de três anos após o colapso da barragem de rejeitos da Samarco”, diz a nota da agência.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.