Mesmo com Zema alegando risco aos cofres públicos, deputados derrubam veto

Servidores da Educação, da Saúde e da Segurança Pública receberão reajuste adicional.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Derrubada de veto Romeu Zema reajustes
Derrubada do veto ocorreu em Reunião Extraordinária de Plenário nesta terça-feira (12)
Foto: Guilherme Bergamini

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (NOVO), sofreu uma derrota na Assembleia Legislativa nesta terça-feira (12/04). Os deputados estaduais derrubaram o veto dele sobre reajustes extras para os servidores da Educação, da Saúde e da Segurança Pública.

Zema havia sancionado um reajuste de 10,06% para todos os servidores estaduais, sem distinção, como forma de correção pelas perdas inflacionárias de 2021. Os deputados, no entanto, propuseram um reajuste extra de:

  • 33,24% para Educação, equivalente ao piso nacional;
  • 14% para Saúde e Segurança Pública.

Os percentuais são acumulativos, ou seja, se somam ao reajuste de 10,06% proposto e sancionado pelo estado.

Romeu Zema vetou esses reajustes extras justificando que causariam um impacto gigantesco nos cofres públicos  e que poderiam comprometer o equilíbrio financeiro. Em 2019, quando o governador assumiu, os salários dos servidores eram pagos de forma parcelada e os repasses aos municípios estavam comprometidos. Agora, no último ano do mandato, os repasses e os salários estão regulares.

Foram 55 votos por derrubar o veto de Zema e três contra. Votaram favoravelmente ao governador os seguintes deputados: Bartô (PL), Guilherme da Cunha (Novo) e Laura Serrano (Novo).

Servidores da Educação, da Saúde e da Segurança Pública comemoraram a decisão nas galerias da Assembleia de Minas Gerais e também nas redes sociais.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.