Médico é flagrado utilizando celular enquanto pacientes esperam por atendimento na UPA III em Patos de Minas

O caso aconteceu na mesma unidade, onde um idoso faleceu esperando atendimento na última sexta-feira (02).
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Médico foi flagrado utilizando celular durante o expediente

As reclamações em torno da saúde pública crescem no Brasil. Em Patos de Minas, na última sexta-feira (02), um idoso de 78 anos faleceu esperando na fila, clique aqui e saiba mais. Já no final da tarde de terça-feira (06) uma paciente teve uma surpresa nada agradável. Ela flagrou um médico utilizando celular durante o expediente na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) localizada no bairro Jardim Peluzo. “Ele estava tranquilo, usando o WhatsApp, enquanto os pacientes esperavam por atendimento” pontuou ela. 

A testemunha ainda afirmou que em certo momento, o médico, que aparenta ser jovem, desempenhou duas atividades simultaneamente. “Com uma mão, ele mediu a pulsação de um paciente e com a outra continuou digitando no celular”. 

- Continua depois da publicidade -

A denunciante pediu que sua identidade fosse preservada. As imagens obtidas por nossa reportagem foram encaminhadas para a Secretaria de Saúde. A Prefeitura de Patos de Minas se manifestou por meio de nota e informou que o caso foi encaminhado a Corregedoria-Geral que irá apurar se houve desvio de conduta do servidor.

Outros Casos

Situações semelhantes foram registradas em outras cidades brasileiras. Em março, um médico mexia no celular, enquanto uma fila se formava no lado de fora. O caso ocorreu em São Miguel Arcanjo-SP e a Polícia Militar foi acionada. 

No Hospital Geral de Linhares, no Norte do Espírito Santo, uma mulher flagrou um médico que mexia no smartphone enquanto uma criança aguardava para ser atendida. A secretaria de saúde foi notificada e proibiu o uso do dispositivo na unidade. O registro foi em maio de 2015.

Lélis Félix – Triângulo Notícias

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -