Mandetta diz que Governo Bolsonaro cogitou mudar bula da cloroquina

A intenção, segundo Mandetta, era adicionar a indicação para o tratamento da COVID-19.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

O ex-Ministro da Saúde, Luís Henrique Mandetta, disse nesta terça-feira (04/05), em depoimento à CPI da Pandemia, que Jair Bolsonaro (sem partido) se aconselhava com médicos fora da equipe ministerial. Também revelou que, em uma reunião, viu um decreto que determinaria a alteração da bula da cloroquina para incluir a eficácia contra a COVID-19.

Eu estive dentro do Palácio do Planalto quando fui informado, após uma reunião, que era para eu subir para o terceiro andar porque tinha lá uma reunião com vários ministros e médicos que iam propor esse negócio de cloroquina, que eu nunca tinha conhecido. Quer dizer, ele tinha esse assessoramento paralelo.

Nesse dia, havia sobre a mesa, por exemplo, um papel não-timbrado de um decreto presidencial para que fosse sugerido daquela reunião que se mudasse a bula da cloroquina na Anvisa, colocando na bula a indicação da cloroquina para coronavírus. E foi inclusive o próprio presidente da Anvisa, Barra Torres que disse não.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.