Mãe e filho morrem e motorista é preso suspeito de embriaguez

O acidente aconteceu no km 15 da MG 190, próximo a Monte Carmelo.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Acidente MG 190 Monte Carmelo
O acidente envolveu um Fiat/Palio
Foto: Divulgação (Polícia Militar Rodoviária/PMR)

Uma mãe de 40 anos e seu filho de 5 anos morreram em um acidente no km 15 da MG 190, próximo a Monte Carmelo. O fato aconteceu no início da noite de domingo (19/04).

Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), o motorista relatou que transitava sentido Monte Carmelo a Coromandel, momento que perdeu o controle direcional e bateu o veículo em um barranco a esquerda. Com o impacto, o carro capotou e os passageiros foram lançados para fora.

- Continua depois da publicidade -

Os passageiros, supostamente, não estariam usando o cinto de segurança. Os militares encontraram as vítimas deitadas sobre a rodovia e acionaram o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Mãe e filho faleceram no local.

Ainda segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), o motorista apresentava sinais de embriaguez, dificuldade  de equilíbrio, andar cambaleante, olhos avermelhados, hálito etílico e fala desconexa. Questionado, ele disse que estava na casa de familiares e havia bebido junto com sua companheira, a passageira. Ele se recusou a fazer o teste de alcoolemia, no etilômetro.

Acidente MG 190 Monte Carmelo
O SAMU compareceu no local e atestou a morte das vítimas
Foto: Divulgação (Polícia Militar Rodoviária/PMR)

Os policiais também informaram que o motorista não possuía carteira de habilitação (CNH). Ele foi encaminhado para o Pronto Socorro de Monte Carmelo, onde foi verificado que ele não sofreu ferimentos. Em seguida foi conduzido preso suspeito de infringir o artigo 306, conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool, e o artigo 309, dirigir veículo, em via pública, sem a devida permissão para dirigir ou habilitação, da lei 9.503/97.

A perícia técnica da Polícia Civil compareceu na MG 190 e procedeu com os trabalhos de praxe. O caso poderá ser investigado. Os corpos das vítimas, naturais de Coromandel, foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) e em seguida liberados para velório e sepultamento.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -