“Lula a um passo da prisão”: imprensa mundial repercute decisão de Moro

Principais veículos destacaram ordem de prisão expedida pelo magistrado.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução

A decisão do juiz Sergio Moro de decretar a prisão do ex-presidente Lula repercute na imprensa internacional. O Clarín, veículo de maior circulação na Argentina, estampa em sua versão na internet: “Moro ordenou a detenção de Lula da Silva”. O francês Le Monde destaca que “um juiz brasileiro emitiu um mandado de prisão contra Lula” e estampa uma imagem com os dizeres “Não à prisão de Lula”, em português.

O El País, da Espanha, diz que “Sergio Moro decretada do ex-presidente brasileiro Lula” e publica a notícia observando que “não se passou nem 24 horas desde que o Supremo Tribunal Federal decidiu denegar o recurso de Lula, condenado a 12 anos por corrupção, quando Moro ditou um ato fulminante para decretar sua prisão”.

O americano The New York Times publicou um texto da agência Associated Press que diz que a ordem de Moro “dá um grande golpe ao líder outrora amplamente popular que estava tentando montar um retorno político antes das eleições de outubro”.

Segundo a Bloomberg, “a prisão de um dos líderes mais emblemáticos da história brasileira” está abalando a maior nação da América Latina. Além disso, aponta que, “depois de deixar o cargo em 2010 com altos índices de aprovação, o ex-sindicalista tornou-se uma figura profundamente polarizadora, amado pela esquerda por suas políticas sociais e insultado pelo direito à corrupção que floresceu sob os 13 anos de governo do Partido dos Trabalhadores”.

No Corriero Della Serra, jornal italiano, uma reportagem foi publicada após a determinação de Sergio Moro: “Lula está a um passo da prisão”. O site destacou ainda que os problemas não estão apenas no PT, mas também no cenário político brasileiro, com o atual presidente Michel Temer, que sonha em tentar a reeleição, e têm índices de popularidade muito baixos.

O El Comercio, maior periódico peruano, traz na capa de seu site uma foto de Lula e os dizeres: “Tem 24 horas para se entregar”. Além disso, destaca Moro “como ícone da operação Lava-Jato”.

Na Colômbia, o El Tiempo estampa que “decretaram a prisão do ex-presidente Lula”. Ainda ressalta a decisão de Moro, “que veio apenas um dia após Suprema Corte negar um habeas corpus ao ex-mandatário”.

O decreto de prisão foi autorizado horas após o Supremo Tribunal Federal negar na madrugada desta quinta-feira (5) o pedido de habeas corpus preventivo, protocolado pela defesa do ex-presidente Lula.

Em janeiro, o ex-presidente teve a condenação dada pelo juiz Sergio Moro em primeiro grau, confirmada pela 8ª turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. Na ocasião, os desembargadores aumentaram a pena de Lula, de nove anos e meio, para 12 anos e um mês de prisão.

Reportagem: Tácido Rodrigues 

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS