Lojas de celulares de Patos de Minas são alvos da Polícia Civil

Operação visa combater o comércio de aparelhos irregulares.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Polícia Civil deflagrou a Operação “Sem Rede” em Patos de Minas. O objetivo é combater a comercialização de aparelhos celulares irregulares em estabelecimentos comerciais locais.

Os policiais saíram as ruas na manhã desta segunda-feira (05/10). No total participaram 48 agentes civis e 14 viaturas, além de membros da Receita Estadual.

- Continua depois da publicidade -

Conforme apurado pelo repórter Igor Nunes, foram 14 mandados de busca e apreensão, entre os alvos, cinco lojas foram fiscalizadas.

Dois celulares furtados foram localizados. No total foram apreendidos cerca de 400 aparelhos. O material agora será analisado para verificar se eles são homologados pela Anatel e se não possuem sinalização de furto/roubo.

Dois empresários foram presos por suspeita de receptação. Além disso, com um dos detidos foi localizado um revólver calibre .22.

Em uma das lojas, na Rua Teófilo Otoni, os policiais chegaram a tentar arrombar a porta, contudo um funcionário chegou e permitiu acesso ao interior do estabelecimento.

Segundo o delegado responsável, Érico Rodovalho, os clientes devem ficar atentos e sempre solicitar nota fiscal dos produtos. Caso o consumidor compre um produto furtado, mesmo que em uma loja, e não apresente nota fiscal, ele pode ser preso.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -