LMG-680, entre Paracatu e Brasilândia de Minas, será interditada por 30 dias

Serviços de substituição de bueiros serão realizados no trecho. Interdição começa na quarta-feira, 8 de setembro.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) vai interromper o tráfego na rodovia LMG-680 por 30 dias, a partir da próxima quarta-feira (8/9), no trecho entre Paracatu e Brasilândia de Minas. A medida é necessária para realizar obra de substituição de bueiros, no Km 45,8.

Para quem for trafegar pela estrada, o DER-MG recomenda atenção redobrada à sinalização e às equipes que seguem trabalhando no local, respeitando sempre as orientações relativas ao tráfego. Placas extras e faixas vão reforçar as indicações e cuidados na via.

Rota alternativa

A rota alternativa terá um acréscimo de 11,5 Km em relação ao traçado original via LMG-680. O desvio está localizado em acesso lateral às margens da rodovia, na altura do Km 43,7, sentido Paracatu.

Neste ponto, os veículos vão circular por uma via municipal de 38,5 quilômetros, conhecida como estrada do Cercado ou Espera-tapa, onde se encontra com a LMG-690 e segue por mais 19,4 quilômetros na rodovia estadual, até o entroncamento com a LMG-680 (trecho pavimentado).

Para quem segue no sentido Entre-Ribeiros e tem destino após o local em que será realizada a interrupção, a opção é seguir pela Rodovia LMG-690 por mais 19,4 quilômetros e acessar estrada municipal, seguindo por mais 38,5 quilômetros nessa via.

Importância da via

De acordo com a coordenadora regional do DER-MG, em Paracatu, Érica Francisca de Paula Araújo, o tráfego no local vem funcionando em meia pista há cerca de cinco anos, devido a rompimento de bueiro provocado pelas chuvas. Ela destaca, ainda, a importância econômica e social do trecho.

“A rodovia LMG-680 é a principal via de escoamento de toda a produção da região do Entre-Ribeiros, que abriga uma das maiores áreas irrigadas da América Latina, com o cultivo de grãos, plantio de cana-de-açúcar, pecuária, produção de sementes de milho e soja, entre outras. Na região estão instaladas duas usinas sucroalcooleiras de grande porte”, conclui.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.