Justiça decide soltar Joesley Batista

Pela decisão, Joesley precisará entregar seu passaporte, terá que comparecer a todos os atos do processo e manter endereço atualizado.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Zanone Fraissat /Folhapress

A Justiça Federal em Brasília mandou, nesta sexta-feira (9), soltar o empresário Joesley Batista, um dos donos do frigorifico JBS/Friboi.

O executivo foi preso em setembro do ano passado após ter o acordo de delação premiada rescindido pela Procuradoria Geral da República (PGR). Ele e o ex-funcionário da empresa, Ricardo Saud, são acusados de omitir informações durante seus depoimentos à PGR. Saud também foi beneficiado pela decisão do juiz Marcus Vinícius, da 12ª Vara Federal.

De acordo com o veredito, Joesley precisará entregar seu passaporte, terá que comparecer a todos os atos do processo e manter endereço atualizado. Além disso, o empresário não poderá deixar o país sem autorização judicial.

No último dia 20, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) transformou a prisão preventiva do irmão de Joesley, Wesley Batista, em domiciliar. Joesley também foi liberado, contudo, seguiu preso até esta sexta por conta de outro mandado de prisão preventiva. Essa determinação foi derrubada pelo juiz de Brasília.

Reportagem: João Paulo Machado

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.