Justiça condena jovem que tentou matar desafeto em barbearia

O suspeito foi condenado a oito anos de prisão.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Julgamento aconteceu no Fórum Olympio Borges, em Patos de Minas.
Fotos: Toninho Cury

A justiça de Patos de Minas realizou na tarde desta quinta-feira (16/09), o julgamento de Reuly Carlos Braga de Magalhães, acusado de tentar matar o desafeto Wesley Alves Ferreira dentro de uma barbearia na Rua Antônio Amâncio Filho, Bairro Residencial Sorriso. O crime foi no dia 06 de janeiro de 2021. Reuly foi condenado a 8oiro anos em regime fechado.

De acordo com os autos do Ministério Público de Minas Gerais, no dia do fato, ao ficar sabendo que o desafeto estava na barbearia, Reuly armou-se com uma faca e foi ao local juntamente com o irmão, menor de idade, o qual portava uma réplica de uma arma de fogo e segura um cachorro da raça Pit Bull.

Ato continuo, os irmãos entraram no local, desferiam golpes de faca e agrediram a vítima com corrente, socos e chutes. Ainda de acordo com os autos, eles também atiçaram o cachorro a morder a vítima.

No instante da agressão, uma viatura da Polícia Militar que passava pelo local deparou com os fatos, sendo as agressões cessadas. O acusado preso, porém o irmão adolescente conseguiu fugir da abordagem. Após algumas horas de julgamento, Reuly foi condenado a oito anos em regime fechado, sendo seis anos e seis meses pela tentativa de homicídio com duas qualificadoras e a um anos e quatro meses pela corrupção de menores.

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.