Justiça concede Habeas Corpus a Daniel Tolentino

O médico deixou o presídio na noite deste sábado.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais, através do Cartório da 4ª Câmara Criminal – Unidade Afonso Pena, concedeu um Habeas Corpus em favor de Daniel Tolentino. A decisão revoga a prisão temporária que havia sido prorrogada na última terça-feira (16).

A decisão do desembargador, Alberto Deodato Neto, foi cumprida na noite deste sábado. Daniel deixou o presídio por volta das 19h.

O oftalmologista é investigado no inquérito que apura a morte da dentista Roberta Pacheco de 22 anos. A partir de agora Daniel acompanhará as investigações em liberdade.

Relembre o Caso

Roberta deu entrada no Hospital Regional Antônio Dias no dia 05 de março. Ela permaneceu em coma e faleceu no dia 17 do mesmo mês.

No corpo da jovem haviam hematomas e a família começou a desconfiar que ela teria sido vítima de agressões.

No dia 20, após a prisão do médico, uma emissora de televisão divulgou prints da conversa da dentista com uma amiga no aplicativo WhatsApp, clique aqui. As mensagens dão a entender que a jovem teria brigado com o companheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.