Justiça aceita denúncia, e Cabral vira réu pela décima vez

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Justiça Federal aceitou denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, que se tornou réu pela décima vez. Ele foi acusado de lavagem de dinheiro, juntamente com a ex-mulher, Susana Neves Cabral, e o irmão, Maurício de Oliveira Cabral. A decisão foi divulgada nesta sexta-feira (2) pelo juiz da 7ª Vara Federal Criminal, Marcelo Bretas.

Na decisão, o juiz diz que Cabral e Susana são acusados da prática de 31 atos de lavagem de dinheiro, de forma reiterada, mediante movimentações bancárias em favor da empresa Araras Empreendimentos Consultoria e Serviços, que totalizaram R$1,2 milhão, entre outubro de 2011 e dezembro de 2013.

Cabral e seu irmão Maurício são responsabilizados pela prática de lavagem de dinheiro e pelo depósito de cheque em favor da empresa Estalo Comunicação, no valor de R$ 240 mil, em novembro de 2011.

O ex-governador ainda foi denunciado pelo MPF por lavagem de dinheiro, pelo depósito de cheques em favor da empresa LRG Agropecuária, totalizando R$ 193 mil, no período entre dezembro de 2011 e abril de 2012.

Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.