Jovem perde mais de R$ 12 mil no golpe da 'criptomoeda'

O caso foi registrado em Patos de Minas.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Na tarde de segunda-feira (6/9), um rapaz de 22 anos, procurou a Polícia Militar após cair no golpe da “criptomoeda” e perder R$ 12.769,00 em Patos de Minas.

De acordo com o boletim de ocorrência, no dia 28 de agosto, o jovem recebeu uma mensagem no instagram de um homem, que se identificou como “Alex”. O indivíduo disse que era funcionário de uma empresa americana.

Na mensagem, “Alex” ofereceu para a vítima investimentos em moeda digital (bitcoin), alegando que se investisse 300 dólares, em quatro dias, receberia 3 mil dólares. Iludido com a proposta, a vítima abriu uma conta em um banco digital indicado pelo golpista.

No dia 29 de agosto, a vítima fez um depósito R$ 1.560,00, sendo que no outro dia (30), o golpista entrou em contato e falou que a taxa selic aumentou e portanto deveria fazer outro depósito para não ter o contrato cancelado, sendo feita uma nova transferência de R$ 1.092,00.

No dia 4 de setembro, golpista solicitou um outro depósito de R$ 3.630,00. Ainda crente no retorno, a vítima fez a transferência.

Já na segunda-feira (6), o golpista entrou novamente em contato pedindo mais um depósito de R$ 6.487,00 com a promessa de liberar o saque dos rendimentos. Novamente o rapaz repassou o dinheiro.

Depois realizar esse último depósito, a vítima tentou entrar no aplicativo do banco, mas foi solicitado um código. Ao entrar em contato com “Alex”, foi informado que era necessário um novo depósito de 725 dólares, porém desta vez o jovem percebeu que se tratava de estelionato.

Diante dos fatos, a Polícia Militar registrou a ocorrência e orientou a vítima a respeito das providências.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.