Jovem é morto no Bairro Alto da Colina em Patos de Minas

A motivação do crime é desconhecida. O caso será investigado pela Polícia Civil.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um jovem de 23 anos, identificado como Ítalo H. S. S, foi morto a tiros no início da noite da última segunda-feira (01) na Rua Jatobás, Bairro Alto da Colina em Patos de Minas.

De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 18:40 várias pessoas ligaram para o 190 e relataram ter ouvido barulhos de disparos de arma de fogo. Quando os militares chegaram no endereço se depararam com uma grande aglomeração de pessoas e no interior de uma residência encontraram a vítima caída ao solo com sangramento na cabeça.

O médico do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) constatou o óbito da vítima. A perícia técnica da Polícia Civil constatou, preliminarmente, cinco perfurações a bala, no tórax e no crânio. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), onde foi procedida a necropsia.

O perito analisou a cena do crime e recolheu onze cápsulas deflagradas de calibre .380. A suspeita é que o(s) autor(es) dos disparos tenham agido com a intenção de execução, já que alguns tiros podem ter sido disparos quando a vítima já havia caído ao solo.

Durante o registro da ocorrência, um indivíduo, que não quis se identificar, procurou os militares e apontou dois  supostos suspeitos do crime. Segundo o denunciante, os dois teriam sido vistos correndo no momento dos disparos.

Os PMs localizaram os citados e questionaram a respeito dos fatos. Eles alegaram que estavam em casa vendo televisão quando ouviram os disparos e negaram envolvimento com o homicídio. Foi procedida busca pessoal e com o jovem de 20 anos foi encontrada uma porção de maconha. Diante disso, ele foi conduzido para a delegacia de plantão. Os demais, de 15 e 19 anos, foram liberados.

A vítima, conforme dados do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), havia sido condenada em julho de 2017 por porte de arma de fogo. Além disso, respondia por furto qualificado junto com outro réu.

As investigações do homicídio serão conduzidas pelo delegado Érico Rodovalho, responsável pela divisão de crimes contra a vida, da delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS