Irmãos assistem DVD Pornográfico e caso de estupro é registrado em Patos de Minas

O adolescente de 14 anos foi apreendido pela Polícia Militar.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um caso de estupro de vulnerável foi registrado em Patos de Minas nesta terça-feira, 17 de novembro. Segundo a Polícia Militar, a vítima, um menino de 10 anos, relatou que manteve relações sexuais com seu irmão, um adolescente de 14 anos, após ambos assistirem um DVD Pornográfico, encontrado na casa. As relações, segundo a vítima, ocorriam a cerca seis meses, enquanto a mãe trabalhava. Já o suspeito confessou os fatos, contudo informou que tais práticas teriam se iniciado a cerca de dois meses.

O fato veio a tona após o menino dar entrada no Hospital Regional Antônio Dias (HRAD) com lesões nas nádegas. A mãe (31 anos), inicialmente, pensou que o filho tivesse se ferido acidentalmente, contudo o médico desconfiou das particularidades das lesões e questionou o paciente. A criança relatou o ocorrido e disse que as relações ocorriam cerca de duas vezes por semana, sendo a mais recente na segunda-feira (16/11).

Ainda segundo o boletim de ocorrência, a vítima disse que seus outros dois irmãos, de 14 e 16 anos, também presenciaram os fatos. Diante das circunstâncias, a Polícia Militar deu voz de apreensão ao adolescente e o encaminhou para a delegacia de Polícia Civil.

O conselho tutelar acompanhou o desenrolar da ocorrência. O menino recebeu atendimento médico no HRAD.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.