Instituto Lina Galvani e UNIPAM promovem workshop para alunos de Serra do Salitre

O Instituto tem visado o fortalecimento comunitário da região da Serra do Salitre, de modo a firmar seu posicionamento social e potencializar sua atuação nesse território.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação (Agência Crivo)

O Instituto Lina Galvani (ILG) realiza os próximos passos de suas iniciativas de Responsabilidade Sociais. Dessa vez, investiu em um projeto de Educomunicação com alunos do Ensino Médio da Escola Estadual de Serra do Salitre, cidade interiorana de Minas Gerais. No dia 11 de agosto, foram ministrados workshops e dinâmicas, em Comunicação Social, sobre produção de rádio e vídeo, com parceria do Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM).

Os alunos foram trazidos até as dependências do Centro Universitário e divididos em dois grupos de 15 pessoas cada, para aprenderem sobre o mercado da Comunicação Social e produzirem e editarem materiais jornalísticos e de entretenimento.

A responsável por Relacionamento Institucional e Comunidades no ILG, Cristina Cardoso, falou sobre os objetivos da iniciativa: “o nosso intuito com o projeto é formar e capacitar os alunos para que eles possam desenvolver meios efetivos de comunicação no território [região de Serra do Salitre], já que lá eles são escassos, e os que já existem não são tão atraentes para o público jovem”. O Instituto já atua nesse território desde 2015 e desenvolve alguns projetos na comunidade, sempre em parceria com outros atores locais. Focar nesse público jovem tem a finalidade de promover espaços e atividades atrativas para eles.

O Diretor Técnico dos Estúdios de Áudio e Vídeo dos cursos de Comunicação Social do UNIPAM, Ildeu Júnior, responsável por ministrar o workshop, ressaltou os assuntos tratados em sua apresentação: “eu mostrei que o mercado de trabalho acontece enquanto você está vivendo. Ele não acontece depois que você sair de uma faculdade e completar uma graduação, é justamente durante esse processo”. Ele mostrou aos alunos as suas próprias experiências de modo a ilustrar o seu discurso. “Transitei por várias empresas e várias áreas de comunicação até chegar aqui. Também mostrei que para criar bons Leads ou bons materiais jornalísticos, você não precisa ser refém de equipamentos caros”, contou.

A Educomunicadora e acompanhante dos alunos no projeto, Isabela Rosa da Silva, falou sobre o impacto social e profissional dessa iniciativa na vida dos estudantes presentes: “a importância dessa iniciativa é a produção; os jovens entenderem que eles são produtores natos de comunicação. A ideia é que eles entendam esse processo de criação e desenvolvam um senso crítico para lerem as mídias. Quando pensam em comunicação, eles têm a visão de serem como a Maju ou o William Bonner. Mas existem infinitas possibilidades. Você faz um curso, mas pode atuar em diversas funções”.

A aluna do terceiro ano do Ensino Médio da Escola Estadual de Serra do Salitre, Maria Rita, entende a relevância dessas ações educacionais em seu futuro profissional: “nessa fase do ensino médio fazemos muitas escolhas. Conhecer mais sobre esse ramo é muito bom por tirar muitas dúvidas de todos nós. Isso agrega muito na escolha do curso na faculdade”.

De acordo com Cristina Cardoso, o intuito do Instituto Lina Galvani é que essa parceria se perpetue, não só na Comunicação Social, mas também em outras áreas. O Instituto também espera continuar com esse projeto em 2019, mas com uma proposta voltada para as mídias digitais.

ASCOM – Agência Crivo – Yan Sieira

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS