Idosa de 74 anos é estuprada dentro da própria casa

A Polícia Militar apontou um suspeito porém até o momento ele não foi localizado. A vítima recebeu atendimento médico e ganhou alta.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
WhatsApp Image 2018-12-06 at 16.04.00.jpeg
Rua onde o crime teria ocorrido na manhã de quarta-feira (05)

Uma idosa de 74 anos foi vítima de estupro, segundo a Polícia Militar, no Distrito de Chaves, município de Rio Paranaíba. O crime teria ocorrido na última quarta-feira (05/12) e deixou a população indignada.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima estava em sua residência, na Rua Antônio Pinto, momento que ouviu um barulho no portão e saiu para ver do que se tratava. Ela teria se deparado com o vizinho, um homem de 45 anos, apontado como suspeito.

Ele teria levado a idosa para dentro da casa usando de força física e em seguida a estuprado. Após o fato, deixou o imóvel.

Populares fizeram o acionamento da Polícia Militar que compareceu na comunidade. A idosa foi encaminhada ao Pronto Socorro de Arapuá e posteriormente, conforme apurado pela nossa reportagem, transferida para Patos de Minas, onde foi atendida e recebeu alta.

O suspeito teria ficado sabendo da movimentação dos militares e deixou o distrito. Segundo a PM há indícios que ele tenha adentrado em meio a uma vegetação densa e esteja escondido na zona rural.

Diligências foram realizadas na noite de ontem (05) e nesta manhã, porém sem sucesso. Existem várias lavouras de café no entorno do distrito e isso dificulta o trabalho de rastreamento.

Uma testemunha ouvida pela nossa reportagem relatou que familiares da vítima teriam danificado a residência do suspeito, mas a informação não foi confirmada pela PM.

A motivação de tal crime ainda é desconhecida. A Polícia Civil deverá instaurar inquérito nos próximos dias.

Até o fechamento desta edição ninguém havia sido preso. Quem tiver qualquer informação a respeito do ocorrido deve acionar a PM através do 190 ou pelo 3855-1282.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS