Ibama remove 10 toneladas de peixe podre do Aeroporto de Guarulhos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) removeu, na manhã desta quinta-feira (30), uma carga de 10 toneladas de pescado, que estava abandonada há cinco anos no Aeroporto de Guarulhos. O peixe apodrecido foi deixado no local quando a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) ainda administrava os terminais.

Segundo o superintendente do Ibama em São Paulo, José Edilson Marques Dias, a concessionária GRUAirport entrou com mandado de segurança na Justiça pedindo a retirada da carga, já que os custos de conservação do pescado em refrigeração eram pagos pela concessionária.

Dias informou que existem no aeroporto, atualmente, cargas de 15 empresas em situação semelhante. Todas são multadas diariamente em R$ 600 mil. “Depois de 90 dias, quando a carga não tem dono, ela já tem que ser destinada, e o Ibama começa a notificar o autor.”

Em nota, o Ibama informou que notificou a companhia aérea Latam, responsável pela carga, em outubro deste ano, determinando que fosse dada a destinação ambiental adequada. “Por recomendação dos órgãos fiscalizadores, a empresa irá incinerar a carga em Mauá, no interior paulista. Representantes do Ibama, da Receita Federal e o do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento irão acompanhar o procedimento”, diz o texto.

A Latam informou, em nota, que a incineração do material seguirá a legislação e exigências dos órgãos competentes.


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ATENÇÃO: Dê preferência em utilizar sua conta do Facebook ou Google para comentar. Comentários com cinco descutidas serão submetidos a moderação. Para denunciar um comentário, clique na bandeira vermelha.
Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.