HRAD irá suspender atendimento na enfermaria de covid-19

Isso será feito, segundo a direção, para permitir a volta das cirurgias eletivas.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Hospital Regional Antônio Dias (HRAD)
Foto: Divulgação

As cirurgias eletivas serão retomadas no HRAD, mas para reativar as cirurgias eletivas, paralisadas desde março deste ano, o Hospital Regional Antônio Dias de Patos de Minas (HRAD) precisa interromper o atendimento na enfermaria de pacientes da Covid-19. Essa interrupção seria a partir do final deste mês. Ou seja, para retomar as cirurgias eletivas, é necessário suspender o atendimento na enfermaria de pacientes de Covid-19, pois não é possível manter as duas estruturas em funcionamento.

O Diretor Clínico do HRAD, Dr. Alfredo Jesus Mitio Nakao afirmou que não está autorizado ainda a falar sobre o assunto, mas confirmou que a volta das cirurgias eletivas implica suspensão da enfermaria de Covid-19.

Ainda dependemos da palavra oficial da Superintendência Regional de Saúde de Patos de Minas, chefiada por Noemi Portilho, de onde partiu a solicitação. Segundo a Assessoria de Comunicação da Fhemig (Michéle de Toledo Guirlanda), com quem nossa reportagem falou na tarde de ontem (09/11), houve o pedido e a Fhemig atendeu. Segundo Michele, a medida é planejada e observa a situação de momento, que é de controle, mas caso seja necessário o atendimento será novamente restabelecido. Na tarde de ontem não conseguimos contato telefônico com a superintendente regional de saúde, Noemi Portilho. Vamos tentar novamente hoje, a fim de que tudo seja devidamente esclarecido.

Em conversa telefônica com o Secretário Municipal de Saúde, Carlos Antônio Silva Rezende, ele disse que a notícia é verídica e que o próprio Hospital de Campanha de Patos de Minas também, a pedido do Governo do Estado, teria que cessar o atendimento aos pacientes de Covid-19 na ala de UTI. Carlos Rezende, entretanto, afirmou que não pretende parar com o atendimento de leitos de UTI e clínicos, mesmo com paralisação dos repasses financeiros para tal procedimento. Ele está disposto a falar a respeito do assunto.

Dúvidas que o secretário Carlos Rezende ainda tem, e isso precisa ser esclarecido pela SRS:

1- A paralisação de enfermaria de Covid-19 se dará em toda a rede Fhemig ou será somente em Patos de Minas?

2- Os equipamentos (9 respiradores emprestados pelo estado) e o pessoal dessa área do HRAD serão todos mantidos para o caso de uma eventualidade?

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS