Homem tenta vender arma e acaba morto no Bairro Santa Marta em Uberaba

Segundo os moradores do bairro, a vítima estava mostrando a arma e dizendo que a mesma estava a venda. O autor conseguiu se apropriar do revólver e realizar o disparo.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Colaborador do TN

Um homicídio aconteceu no meio da tarde de ontem, sexta-feira (07) na Rua Coronel Antônio Rio no Bairro Santa Marta em Uberaba. De acordo com a PM, por volta das 15h as guarnições foram notificadas que um homem se encontrava caído na via com ferimento a bala. As viaturas próximas se deslocaram até o local.

Roberto Caetano Mendonça de 48 anos foi encontrado sem sinais vitais, sendo assim constatado o óbito. Segundo as testemunhas, a vítima foi atingida por disparos efetuados por um autor, que foi descrito e identificado. Os militares seguiram com os rastreamento e o localizaram na proximidades da Escola Don Eduardo na Avenida da Saudade. Ele tentou se desfazer da arma, jogando-a no solo, porém os PMs a recuperaram. José Diego Gomes Mariano de 21 anos foi preso e será acusado pelo homicídio.

- Continua depois da publicidade -
Foto: Colaborador do TN

Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrência, a arma utilizada no crime era de propriedade da própria vítima e segundo os moradores, ela havia tentado vende-la. Instantes antes da consumação do homicídio, os dois homens no interior de um bar, que também pertencia a Roberto. Depois de certo tempo, os dois saíram do bar e do lado externo ocorreu uma discussão. Roberto apontou a arma em direção a José e efetuou um disparo para intimida-lo. O autor conseguiu reagir e tomar posse da mesma, neste momento foram efetuados vários disparos que atingiram a região do tórax direito da vítima.

Foto: Colaborador do TN

No interior da residência de Roberto, foram apreendidos munições e cartuchos calibre .32. A perícia técnica da Polícia Civil realizou os trabalhos de praxe e o corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal). Já o autor, após a leitura dos direitos constitucionais, foi encaminhado para a delegacia.

Lélis Félix – Triângulo Notícias

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -