Homem mata ex-mulher e o irmão dela em Patos de Minas; ele confessou o crime e afirmou que agiu por ciúmes

O crime aconteceu em um prédio do Bairro Caiçaras na madrugada desta quinta-feira. O autor se entregou a polícia e disse que faria tudo novamente.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução (Patos Hoje)

Um crime bárbaro, motivado por ciúmes, deixou dois mortos na madrugada de hoje, quinta-feira (05/10), em Patos de Minas. De acordo com informações do Portal Patos Hoje, um homem transtornado foi até um prédio localizado na Rua João Cunha no Bairro Caiçaras e chamou sua ex-mulher para conversar na garagem. Os dois discutiram e em determinado momento ele rasgou todas as vestimentas dela e efetuou vários golpes de faca. Darc de Souza Queiroz de 24 anos não resistiu e faleceu no local.

Darc Souza Queiroz
Foto: Arquivo Pessoal

Sua irmã, Damaris Souza do Nascimento, ficou assustada com os gritos e foi até a garagem e se deparou com a cena. O autor não pensou duas vezes e também a esfaqueou. Ela conseguiu resistir e foi encaminhada às pressas pelo SAMU até o Hospital Regional Antônio Dias.

O criminoso cruel e frio subiu as escadas do edifício e foi até o apartamento 105. No local o estudante universitário, Abner Calebe de 20 anos foi morto por esfaqueamento.

Abner Calebe
Foto: Arquivo Pessoal

O autor, Pedro Queiroz Gonçalves de 29 anos, saiu do prédio, pegou o telefone e mandou mensagem para os parentes das vítimas. Ele teria dito que havia matado os três irmãos e solicitou que eles preparassem o velório. O teor completo das mensagens ainda não foi divulgado.

Em seguida, o autor se deslocou até a delegacia de Polícia Civil onde se entregou. Segundo ele, Darc de Souza, havia traído ele com um colega de serviço. “Eu fui lá e esfaqueia, pois ela não queria parar de me trair” disse ele em entrevista aos órgãos de imprensa.

A perícia técnica da Polícia Civil compareceu ao local e efetuou os trabalhos de praxe. Havia muito sangue nas escadas e no pátio da garagem. As investigações continuarão havia de apurar se alguém ajudou Pedro a premeditar o crime.

Esse já é considerado um dos crimes mais brutais registrados em 2017 no município de Patos de Minas.

Informações: Patos Hoje
Redação: Lélis Félix

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS