Homem esfaqueia ex-namorada e abre fogo em igreja; quatro pessoas morreram

Chacina aconteceu na noite de terça-feira em Pacaratu. Atirador foi baleado pela Polícia Militar.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Chacina em Paracatu
Foto: Reprodução – Internet/WhatsApp

Era por volta das 19:30 da última terça-feira (21/05) quando um massacre começou a se desenrolar em Paracatu, no noroeste de Minas Gerais. Segundo informações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, um homem de 39 anos, Rudson Aragão Guimarães, foi até uma casa e esfaqueou sua ex-namorada no pescoço.

A equipe de resgate conduziu a vítima de 59 anos até o Hospital Municipal, mas devido a gravidade do ferimento, ela não resistiu e veio a óbito.

Poucos instantes depois Rudson, segundo a PM, foi até a Igreja Batista Shalom, invadiu o local e disparou contra os fiéis usando uma garrucha calibre 36. Duas pessoas foram atingidas e em seguida a Polícia Militar chegou e tentou negociar com o autor, contudo ele fez uma refém e acabou por executá-la. Diante disso, os policiais efetuaram disparos que o atingiram.

Chacina em Paracatu
Foto: Reprodução – Internet/WhatsApp

Rudson Aragão Guimarães foi baleado na clavícula e encaminhado ao Pronto Socorro. Ele permanece internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e seu estado é grave.

Os fiéis baleados, um homem de 67 anos e duas mulheres de 38 e 50 anos, foram levados para o Hospital, contudo não resistiram e faleceram. No total foram quatro mortes.

O pastor da igreja, de 37 anos, conseguiu fugir pulando os muros. Ele teve que ser atendido pelos Bombeiros, pois caiu e machucou o pé esquerdo.

A Entrada na Igreja

Imagens de um circuíto de videomonitoramento mostram o assassino adentrando na Igreja. No local era realizada uma reunião com cerca de vinte fiéis.

Rudson arrancou a grade do portão, adentrou na Igreja e em seguida fechou a porta. A PM confirmou a veracidade das imagens. Assista a seguir:

Revolta Popular

A população ao tomar conhecimento do fato se aglomerou na igreja e em frente ao hospital onde o autor foi internado. Algumas pessoas chegaram a tentar invadir a unidade para linchá-lo.

A Polícia Militar informou que cercou o local e disse que garantirá a segurança do preso/paciente, bem como dos funcionários do hospital.

Cidade de Luto

Paracatu tem cerca de 92 mil habilitantes. O prefeito da cidade, Olavo Condé, deve decretar três dias de luto oficial.

As vítimas da tragédia já são veladas. Homenagens devem acontecer durante essa quarta-feira.

CONFIRA TAMBÉM: Polícia conclui inquérito e aponta motivação da chacina de Paracatu

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.