Homem é morto a tiros em Uberaba; adolescente é apreendido e diz ter recebido dinheiro para executar o crime

A vítima foi atingida por cerca de quatro disparos e faleceu no local. Um segundo indivíduo, que seria o mandante, segue foragido.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Homicídio de Uberaba
Foto: Colaborador do TN

Um homem de 29 anos foi mais uma vítima da violência em Uberaba. Na tarde de ontem, terça-feira (17/10), militares em patrulhamento se depararam com uma motocicleta ocupada por dois indivíduos suspeitos que trafegavam pelas ruas do Bairro Jardim Maracanã. Uma perseguição foi iniciada, porém o intenso fluxo de veículos permitiu que os homens fugissem. Instantes depois, os PMs foram notificados que um rapaz foi atingido por disparos de arma de fogo no Residencial Rio de Janeiro.

As guarnições se deslocaram até o endereço, juntamente com equipes do SAMU. A vítima foi encontrada inconsciente e com quatro perfurações oriundas de arma de fogo. O médico responsável constatou o óbito. O crime aconteceu na frente da residência da vítima e a amásia, juntamente com sua filha, estavam no interior do imóvel durante a execução. De acordo com ela, um indivíduo chamou o companheiro e que ao atender, ouviu os tiros. Ela encontrou a vítima já ao solo e envolta em sangue.

- Continua depois da publicidade -

A perícia técnica da Polícia Civil compareceu ao local e efetuou os trabalhos de praxe. A vítima foi identificada como Adriano Junio de Faria Cardoso de 29 anos. O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) e posteriormente liberado para os familiares.

Diante dos fatos, um grande rastreamento foi iniciado, tomando como base os dois suspeitos que foram avistados no Jardim Maracanã. O COPOM foi informado que um indivíduo com as mesmas características foi avistado nas proximidades. Ele havia retirado parte das vestimentas e estaria trajando apenas uma bermuda estampada. De posse dos detalhes, os militares conseguiram êxito e encontram o suspeito. O menor de 17 anos após ser confrontado, confessou a autoria do crime e disse que havia sido abordado por um homem no Bairro Pacaembu. Esse rapaz havia oferecido 1 mil reais para que ele ajudasse no comprimento de uma missão.

Os dois embarcaram em uma Honda/Titan Azul e foram até a residência da vítima, onde o adolescente efetuou de três a quatro disparos. Questionado a respeito da localizado do comparsa e do veículo, ele disse que o mesmo havia evadido. O suposto mandante foi identificado pelo nome de Willian. As viaturas se deslocaram até a residência do autor, onde foi realizada uma busca na tentativa de encontrar a quantia paga pela execução do homicídio, entretanto nada foi achado.

O menor foi apreendido e encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para avaliação médica e em seguida para a delegacia, onde foi acompanhado pela sua representante legal.

A amásia da vítima, ainda relatou que dias antes ela ouviu uma discussão envolvendo o companheiro e outros indivíduos. Ela repassou o endereço das pessoas para futuras investigações.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -