Homem é esfaqueado no pescoço e sai caminhando do local em Guarda dos Ferreiros

A vítima foi encontrada centenas de metros do suposto local da tentativa de homicídio. Ela apresentava sinais de embriaguez. Ninguém foi preso até o momento.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um homem foi esfaqueado em via pública na noite de ontem, quarta-feira (22). Os policiais militares foram acionados e se dirigiram para o suposto local dos fatos,  Rua Belo Horizonte, 98, Guarda dos Ferreiros, porém não encontraram a vítima. Diligências foram feitas e o indivíduo localizado centenas de metros do primeiro endereço. Ele estava sangrando e com um ferimento no pescoço e usava sua roupa para estancar o sangue.

A vítima se identificou como Cristiano de 36 anos e disse que um homem de mais idade havia lhe desferido um corte no pescoço usando um canivete. Não soube repassar maiores informações, pois apresentava sinais de embriaguez. Informou ainda que chegou na cidade há pouco tempo, disse também que não possui mãe, que ganhou uma liminar judicial para ser registrado sem nome dela, pois foi abandonado quando criança. Havia em seus pertences uma nota fiscal de compra de produtos no supermercado e segundo denúncia anônima, havia dois indivíduos com a vítima, sendo que um possuia características semelhantes as relatadas e que estava bastante exaltado.

- Continua depois da publicidade -

Foi feito intenso rastreamento, mas não houve êxito na identificação do autor. A vítima foi encaminhada ao Pronto Socorro, onde foi atendida e permaneceu internada.

No hospital a vítima relatou que caminhava pela rua, momento em que o autor lhe abordou, perguntou-lhe sobre onde ele estaria indo, ele respondeu que estava indo para o local onde dorme e então ele sacou um canivete, passou em seu pescoço, tomou-lhe o dinheiro, R$110,00 que estava em seu bolso e em seguida evadiu. Disse que o autor era baixo e de cabelos grisalhos e que se o visse o reconheceria. O autor e o instrumento utilizado não foram localizados.

Informações: Polícia Militar

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -