Homem é esfaqueado e morre em São Gotardo; pedras de crack foram encontradas junto a vítima

O autor/suspeito foi identificado, porém segue foragido. Qualquer informação que ajude na sua localização pode ser repassada através do 190.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
No local, havia uma grande concentração de pessoas.
Foto: Divulgação (Polícia Militar/MG)

A tranquilidade da cidade de São Gotardo foi quebrada na noite da última sexta-feira (09/03) após um homicídio ser registrado pela Polícia Militar. De acordo com informações obtidas pelo Triângulo Notícias, dois homens haviam discutido em via pública, Avenida Rui Barbosa, sendo que o autor desferiu cerca de quatro facadas na vítima de 26 anos.

Os militares foram acionados e encontraram a vítima próximo a um bar na Praça Ciro Franco. Uma ambulância compareceu ao local e encaminhou Josivaldo Gomes de Araujo até o Pronto Socorro, porém o mesmo não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

- Continua depois da publicidade -

Após diálogo com os clientes e funcionários do bar foi possível levantar o suspeito do crime. Gilberto Soares, conhecido pelo apelido de Bigode, é apontado com provável autor do assassinato.

Os policiais foram até o local onde o indivíduo reside, Rua José Alves Franco, porém ninguém foi encontrado.

No hospital, durante atendimento, foi localizadas 15 pedras de substância semelhante a crack, dentro da cueca da vítima. O material foi apreendido e será incorporado aos autos do inquérito que será instaurado pela Polícia Civil.

Após o óbito, o corpo não foi atestado e com orientações do delegado responsável, Dr. Wander Diógenes, ele foi encaminhado pela funerária até o IML (Instituto Médico Legal).

Câmeras de videomonitoramento podem ter registrado o crime, porém devido a um problema técnico ainda não foram recolhidas pela polícia.

As motivações do crime ainda são desconhecidas. Seguimos acompanhando o caso e novas detalhes poderão ser adicionados a essa matéria.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -