Homem é encontrado morto com corte profundo no pescoço em Patos de Minas

A vítima tinha 62 anos de idade e estava hospedada em um Motel em companhia de um indivíduo suspeito.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Foto: Toninho Cury (Clube Notícia)

O sossego da população patense foi interrompido no final da tarde de ontem, domingo (17/12), quando a Polícia Militar encontrou o corpo de homem assassinado com requintes de crueldade.

A vítima estava envolta em sangue e apresentava um corte profundo na região do pescoço. O corpo estava em uma estrada de terra nas proximidades da Avenida JK, no Bairro Distrito Industrial II.

A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada e realizou os trabalhos de praxe, na tentativa de encontrar pistas que ajudem na elucidação do homicídio. Uma das hipóteses é de que o homem tenha sido morto em outro local.

De acordo com o Tenente Charles que concedeu entrevista a Rádio Clube, o corpo foi deixado no local recentemente. “O sangue não havia coagulado, o que leva a crer que o crime aconteceu nas últimas horas.” disse o PM.

O corpo foi identificado nesta segunda-feira. Reynaldo Caixeta tinha 62 anos de idade. Uma chave de automóvel também foi localizada junto ao corpo. O Jeep/Compass foi encontrado no interior de um motel.

De acordo com informações de testemunhas, a vítima estaria no estabelecimento em companhia de um rapaz não identificado. Esse homem seria o principal suspeito do homicídio.

Com informações do Clube Notícia

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles. Ao comentar você aceita nossos Termos de Uso e nossa Política de Privacidade.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.