Homem é achado morto em motel e perícia encontra ‘pó branco’ próximo ao corpo

O caso aconteceu em Uberlândia. De acordo com funcionários do local uma garota de programa atendeu o cliente no interior do quarto. O caso será investigado pela Polícia Civil.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um homem de 46 anos foi encontrado morto no interior de um motel localizado na Avenida Segismundo Pereira em Uberlândia na manhã desta segunda-feira (20/08).

De acordo com informações apuradas pelo Triângulo Notícias, junto a Polícia Militar, o corpo foi encontrado após funcionários do estabelecimento desconfiarem da demora do cliente em desocupar a suíte. Os militares compareceram ao local juntamente com a perícia técnica da Polícia Civil.

- Continua depois da publicidade -

Os fatos narrados pelas testemunhas, que estavam em serviço no motel ontem (19), surpreendem. Elas relataram que o homem chegou sozinho ao local e depois solicitou à recepção que chamasse uma garota de programa. A moça chegou minutos depois e foi para o quarto. O suposto programa durou pouco tempo e a mulher saiu do local sozinha.

A funcionária fez contato com o cliente e pediu que ele quitasse as despesas do que foi consumido até aquele momento. Ele quitou o valor, porém permaneceu no interior do quarto. Hoje (20) ele foi encontrado em óbito. O corpo apresentava rigidez cadavérica, hematomas característicos e ausência de sinais vitais. Ao lado dele havia a CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

A perícia procedeu o trabalho e encontrou um pó branco com características semelhantes a cocaína. O material foi recolhido e encaminhado para análise laboratorial.

Os policiais conseguiram entrar em contato com a garota de programa por meio do telefone. Ela disse que conhecia o homem e que se dirigiu ao motel ontem para manter relações com ele, porém foi surpreendida com seu comportamento. A moça relatou que ele estava transtornado e afirmou que o mesmo havia consumido cocaína. Diante disso, segundo ela, resolveu ir embora, mas antes de partir ouvir ele falar que iria pedir que um mototaxista trouxesse mais droga.

Horas depois de ir embora, a garota de programa foi chamada novamente pelo homem. Ao retornar ela notou que seu estado estava pior. “Fora de si” foi assim que ela descreveu a condição dele aos policiais.

A mulher reiterou que pediu para ele se acalmasse e fosse embora para a casa, porém não teve sucesso. Desta forma, ela saiu do local e não mais retornou.

A morte será investigada pela Polícia Civil para determinar se foi realmente originada pelo consumo de entorpecente ou se pode ter havido intervenção humana.

No boletim de ocorrência da Polícia Militar o caso foi registrado como encontro de cadáver.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -