Homem de 51 anos morre atropelado em Monte Carmelo; avanço de parada obrigatória teria causado o acidente

Um dos veículos envolvidos no atropelamento fugiu e até o momento não foi identificado. O outro motorista se apresentou a polícia, prestou depoimento e foi liberado em seguia.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Ilustrativa

No final da noite de ontem, terça-feira (03/10) aconteceu um atropelamento na Rua Portugal, Bairro Montreal em Monte Carmelo. A vítima foi socorrida e encaminhada por uma ambulância até o Pronto Socorro. De acordo com a Polícia Militar, o condutor, M.E.C. de 29 anos, compareceu na sede da 157 Cia, onde relatou que transitava em seu veículo Fiat/UNO pela Rua Matuzalém Cardoso, sentido ao Bairro Batuque e no entrocamento com a Rua Portugal se deparou com um veículo que transitivava em sentido contrário pela Rua Professor Vicente de Carvalho. Esse automóvel, até então sem identificação, teria avançado a sinalização horizontal e vertical de parada obrigatória quase batendo de frente com o seu veículo. M.E.C relatou que teve que jogar seu veículo para a direita para evitar a colisão e quando tentava retornar para seu fluxo de trânsito percebeu que havia passado com as rodas sobre alguma coisa.

Ao descer de seu carro visualizou a vítima, Eliel do Espírito Santo de 51 anos, caído no asfalto na posição de decúbito ventral e percebeu que possivelmente a roda dianteira esquerda de seu veículo teria passado por cima da região torácica da vítima.

De imediato, acionou a ambulância e aguardou no local fazendo a segurança com a luz intermitente do veículo ligada para evitar outro acidente. Logo em seguida, após o socorro especializado, o condutor por medo devido à presença de familiares da vítima que estavam exaltados, deslocou até a sede da Polícia Militar para confecção do registro da ocorrência.

O condutor acredita que o outro veículo tenha ofuscado sua visão e também atropelado e derrubado a vítima na pista de rolamento na frente do seu veículo. Uma testemunha que também passava pelo local, relatou que transitava pela Rua PORTUGAL sentido ao bairro Batuque, local bastante escuro, e visualizou realmente o veículo não identificado adentrando na Rua Portugal sem realizar a parada e mesmo percebendo que a vítima havia caído não parou para prestar auxílio, tendo o veículo do condutor (M.E.C), que transitava no sentido contrário, passado com a roda dianteira na região do tórax da vítima.

Ela mencionou ainda que a vítima Eliel apresentava sinais de embriaguez, pois caminhava desequilibrado momentos antes do acidente. Relatou que após o ocorrido o condutor prestou socorro à vítima acionando o Pronto Socorro Municipal e também a PM. A testemunha confirmou que o corpo da vítima estava caído atravessado no meio da pista de rolamento antes do veículo do condutor passar com a roda sobre ele.

A vítima Eliel deu entrada no Pronto Socorro e não resistiu aos ferimentos vindo a óbito. De acordo com o médico plantonista, ele apresentava trauma torácico e trauma crânio encefálico, sendo encaminhado para IML de Patrocínio.

A perícia técnica foi acionada, porém devido às circunstâncias não compareceu ao local do acidente. Diante do exposto, foi dado voz de prisão ao condutor M.E.C. de 29 anos, o qual foi liberado após a assinatura do termo de compromisso de comparecimento, conforme orientação do delegado de plantão.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS