Homem de 39 anos é morto com 19 facadas no Bairro São Francisco

A namorada da vítima disse que um indivíduo desconhecido chegou na casa e assassinou a vítima. Por telefone, uma solicitante disse que o ex-marido 'dela' estava no local armado com uma faca.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um homem de 39 anos foi morto com 19 facadas no Bairro São Francisco em Uberlândia. O homicídio aconteceu por volta das 21h do último domingo, 02 de setembro.

De acordo com a Polícia Militar, uma pessoa ligou para o 190 e relatou que o ex-marido estava na residência e proferia ameaças, diante disso as guarnições se deslocaram até a Rua Ternura.

- Continua depois da publicidade -

Os militares encontraram a vítima caída com vários ferimentos oriundos de objeto cortante. O corpo estava no chão da garagem envolto em sangue.

A namorada da vítima relatou que estava vendo televisão, juntamente com ele, momento que alguém bateu no portão. Ao verificar constatou ser um homem alto, magro e com capacete na cabeça. O suposto autor adentrou na casa e em seguida partiu para cima da vítima e desferiu os golpes. A mulher, disse ainda, que correu para os fundos da casa e só viu quando o homem desconhecido evadiu em uma motocicleta.

Os policiais questionaram a respeito da informação repassada via telefone, de que o ex-marido estava na residência. Ela disse que era improcedente e que o ex estava no estado de São Paulo, porque havia um mandado de prisão em seu desfavor.

A solicitante também afirmou que a vítima, Edgar Soares, já vinha sofrendo ameaças depois de comprar um veículo e não ter pagado. Além disso, ele teria espalhado que era membro do PCC (Primeiro Comando da Capital) e que isso também vinha causado atritos.

O perito procedeu com os trabalhos técnicos e identificou 19 perfurações oriundas de objeto cortante. A vítima foi atingida no peito, pescoço, boca, sobrancelha, braços. Hematomas nas costas também indicam que ele teria sido agredido antes de ser assassinado.

A Polícia Civil começará a investigar o caso para determinar a motivação e a autoria.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -