Homem 37 anos é morto e suspeito é preso em Uberlândia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um homem de 37 anos morreu na tarde de ontem (07) na Rua Rodolfo Rodrigues Alves, Bairro Chácaras Tubalina em Uberlândia.

Segundo informações da Polícia Militar a vítima foi esfaqueada e faleceu no local. Rodrigo Santos Lima, estava todo ensanguentado, com perfurações no tórax e no pescoço, sem os sinais vitais. O perito constatou seis perfurações ao todo, causadas por um objeto perfuro cortante.

- Continua depois da publicidade -

Durante o registro da ocorrência, o pai da vítima recebeu uma ligação telefônica anônima dizendo que o seu filho havia sido vítima de homicídio e ainda disse o nome do suposto autor.

Para a surpresa das equipes policiais, o suspeito chegou ao local do crime, cerca de uma hora e meia após, e foi reconhecido pelo pai da vítima.

Através de filmagens feitas na vizinhança, foi possível constatar que realmente a única pessoa que passou pelo local no momento do assassinato, foi o homem de 43 anos que inclusive utilizava o mesmo boné.

Questionado pelos militares, o suspeito disse que apenas estava no local por curiosidade, pois viu uma aglomeração de pessoas e quis saber o que ocorria. Também ressaltou não esteve na rua anteriormente, o que foi desmentido pelas imagens capturadas.

Segundo o suspeito no período da tarde esteve fazendo uso de bebida alcoólica com alguns indivíduos na porta da casa de um conhecido. A PM entrou em contato com esse citado que informou que esteve no período da manhã na companhia do acusado e que, inclusive, teve que intervir e tentar apaziguar uma divergência que houve entre ele e outro rapaz do qual só informou o apelido.

O suspeito afirmou que teve há dois meses uma briga com a vítima na qual seu nariz foi quebrado. O pai da vítima realmente confirmou o desacerto entre os dois e relatou que o suspeito iria realmente acertar as contas, se vingar, com seu filho.

O homem de 43 anos confirmou que de fato era amigo da vítima e que a última vez que o viu foi na noite passada. No entanto, uma testemunha disse que viu o acusado e a vítima nesta manhã ateando fogo em alguns pneus que ficavam na porta de uma borracharia.

O suspeito possui um processo por homicídio no ano de 2014. Segundo ele, o fato ocorreu no bairro Dona Zulmira, ocasião em que desferiu vinte e duas facadas na vítima e em seguida decapitou a cabeça da vítima. Disse ainda que realmente tem o costume de andar armado com uma faca. Diante dos fatos, foi conduzido até a delegacia.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -