Hermano Caixeta detona campanhas milionárias dos adversários e fala em política ‘para o povo’

Ele foi entrevistado no Programa Entrelinhas da última quarta-feira (07/10).

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Em entrevista ao programa Entrelinhas, Hermano Caixeta (PSB), detonou os altos investimentos dos adversários na campanha eleitoral. Para ele, é “um absurdo a quantidade de dinheiro investido”, ainda que os recursos não tenham saído do fundo partidário. O candidato, entretanto, revelou que necessita dos recursos públicos para bancar a própria campanha. Ele também explicou que, sobre este tema, sobram falácias, já que nem todo partido tem acesso ao financiamento público.

“Nós temos como bancar uma campanha. Até agora a gente teve gasto quase que zero, mas vamos precisar. E as pessoas precisam saber que nem todos os partidos usam o fundo e nem todos os partidos podem acessar esse recurso”, comentou durante a entrevista. Hermano também afirmou ser um absurdo o valor investido pelos adversários. “É impressionante a quantidade de recurso que esse pessoal tem. Tem candidato que vai gastar 10 mil reais por dia! Como?”, questionou.

Além disso, o candidato do PSB também defendeu o que ele classificou como uma campanha “do povo para o povo”. Mesmo vindo de um partido historicamente tradicional – e na contramão dos discursos de renovação mais tradicionais – Hermano defende a nova política, mas com atenção as “verdadeiras demandas da população”.

Assista a entrevista completa:

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.