Grupo protesta na Câmara e pede a cassação de dois vereadores

Marquim das Bananas e Lásaro Borges são alvos de duas comissões processantes. Ambos negam as acusações.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Protesto Marquim das Bananas e Lásaro Borges
As faixas foram instaladas no prédio da Câmara Municipal durante a noite de terça-feira (2)
Foto: Reprodução

Essa semana será decisiva para o futuro de depois vereadores de Patos de Minas. Marcos Antônio Rodrigues, o Marquim das Bananas, do Partido Social Democrático (PSD), será julgado na quinta-feira (4/11). Ele acusado de assédio sexual contra uma ex-assessora parlamentar. Ele nega as acusações e diz que manteve um relacionamento afetivo com a denunciante. O relatório da comissão pede a cassação do parlamentar, contudo será necessário a aprovação por dois terços, ou seja, se todos estiverem presentes pelo menos 11 devem votar favoravelmente.

Lásaro Borges, do mesmo partido, o PSD, é acusado de estelionato eleitoral. Um idoso de 69 anos o acusa de prometer um cargo em troca dos serviços de cabo-eleitoral e também afirma que houve compra de votos na campanha de 2020. Lásaro Borges nega as acusações e diz ser vítima de perseguição política. Na próxima sexta-feira (5/11) serão ouvidas testemunhas arroladas pela comissão. Dentre elas, está um ex-assessor parlamentar que teria testemunhado as negociações entre o vereador e o denunciante. Acredita-se que essa oitiva será decisiva para o futuro de Lásaro Borges.

Diante destas reuniões e do clamor popular, o grupo conservador, “Nas Ruas Patos de Minas” instalou duas faixas na sede da Câmara Municipal. Eles pedem a cassação dos dois parlamentares e prometem expor aqueles que votarem contra.

No início da manhã desta quarta-feira (3) as faixas foram retiradas do prédio da Câmara Municipal. Para o líder do movimento, Wellington Wilson de Sousa, caso seja comprovado a culpa, os vereadores devem ser punidos.

O motivo para instalação das faixas foi mostrar que a população de Patos de Minas esta de olho nessa votação. Por essa razão, tem particular relevância quando se trata de um vereador eleito. Mesmo porque debate-se vários motivos para a cassação dos dois vereadores. Partindo da ideia que os citados nas faixas, não podem ficar impunes caso comprovado tudo que estão sendo acusados. Não se trata de perseguição, mas sim de respeito ao povo patense. Lamentável que a câmara municipal esteja passando por uma situação desta. É importante considerar que esta manifestação foi muito solicitada nas redes sociais, e que diante de uma possível absolvição vamos expor todos os vereadores que votarem favoráveis aos vereadores citados.

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.