GRIPE: população deve tomar cuidado com o réveillon, alerta médico

Com a proximidade da virada surge a dúvida: é necessário retornar com o isolamento social?
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Patos de Minas vive um surto de gripe. Entre sexta-feira (24) e terça-feira (28) mais de 700 pacientes foram atendidos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Com a proximidade do réveillon surge a dúvida: é necessário retornar com o isolamento social?

Em busca de respostas, o Patos Notícias entrevistou o médico de família, Dr. Everton Silva. Ele esclareceu que a decisão de ir ou não para a festa é particular e cada cidadão deve analisar os riscos.

Segundo o médico, existe uma janela de cerca de dois dias entre o contágio e os sintomas da gripe. Neste período a pessoa pode transmitir o vírus para as demais.

Pessoas que utilizam ônibus e avião ou ficam em ambientes com aglomeração são mais suscetíveis a contrair o vírus. Para Everton Silva, o ideal  é evitar aglomerações, mas o período de festividades torna essa decisão mais difícil.

A pessoa que apresentou algum sintoma, como coriza, dor no corpo, dor de garganta ou mal estar deve evitar as festas para não contaminar o próximo. “Esse sintomático deve fazer o isolamento, já que ele pode transmitir o vírus”.

O médico Everton Silva relembrou a importância da máscara de proteção. Ela protege contra todos os tipos de vírus, incluindo o da gripe. O uso do dispositivo é uma forma eficaz de prevenir o contágio. “Inclusive o surto de gripe veio justamente no período que houve o relaxamento das regras sanitárias”.

Aqueles que forem comemorar o réveillon devem adotar medidas como o uso da máscara (quando possível) e dar preferência por ambientes abertos.

Clique aqui e assista a entrevista completa sobre o assunto.

Quais os principais sintomas da gripe?

  • Febre;
  • Dor de garganta;
  • Tosse;
  • Dor no corpo;
  • Dor de cabeça.

Adulto – O quadro clínico em adultos sadios pode variar de intensidade.

Criança – A temperatura pode atingir níveis mais altos, sendo comum o achado de aumento dos linfonodos cervicais e também podem fazer parte os quadros de bronquite ou bronquiolite, além de sintomas gastrointestinais.

Idoso – quase sempre se apresentam febris, às vezes, sem outros sintomas, mas em geral, a temperatura não atinge níveis tão altos.

Como prevenir a gripe (influenza)?

A vacinação é a forma mais eficaz de prevenção contra a gripe e suas complicações. A vacina é segura e é considerada uma das medidas mais eficazes para evitar casos graves e óbitos por gripe.

A constante mudança dos vírus influenza requer um monitoramento global e frequente reformulação da vacina contra a gripe.

Devido a essa mudança dos vírus, é necessário a vacinação anual contra a gripe. Por isso, todo o ano, o Ministério da Saúde realiza a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe. Este imunobiológico oferecido no Sistema Único de Saúde (SUS) protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul.

🔔

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade é do respectivo autor. Eles não expressam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.