Governo do Estado regulamenta trabalho de gestantes e lactantes em locais insalubres

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A política de valorização do servidor público estadual continua sendo uma das principais diretrizes do Governo de Minas Gerais. O exemplo mais recente dessa preocupação é a Resolução Seplag nº 32, publicada no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (24/4).

A publicação estabelece normas para adequação de atividades e/ou remanejamento de setor de servidora pública que esteja em acompanhamento ginecológico pré-concepcional, grávida ou lactante exposta às atividades consideradas prejudiciais à maternidade.

A resolução abrange servidoras da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo do Estado de Minas Gerais que, na sua atividade laboral, realize atividades de manipulação, transporte e administração de medicamentos neoplásicos ou em atividades com radiações ionizantes (equipamentos de raios-X).

De acordo com a subsecretária de Gestão de Pessoas da Secretaria de Planejamento e Gestão, Warlene Salum Drumond, a resolução regulamenta o Decreto Estadual nº 39.032/1997 no âmbito do trabalho da gestante ou lactante em atividades, operações ou locais insalubres.

“Com isso, o Governo de Minas Gerais dá mais um passo na valorização do servidor público, principalmente no cuidado com a sua saúde durante a atividade laboral”, afirma Warlene.

FONTE: Agência Minas

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.