Governo de Minas antecipa quitação dos débitos de ICMS e Fundeb com os municípios

Governador anunciou nesta quinta (2/6) a transferência de R$ 524 milhões às prefeituras; pagamento já está na conta.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O governador Romeu Zema anunciou nesta quinta-feira (2/6) o pagamento de R$ 524 milhões às prefeituras mineiras referente à antecipação das três últimas parcelas do acordo firmado com a Associação Mineira de Municípios (AMM) para a regularização da dívida de R$ 7 bilhões do Estado, relativa aos repasses de ICMS, IPVA e Fundeb não efetuados.

O acordo, assinado em abril de 2019, estabeleceu o pagamento em 33 parcelas, com início em janeiro de 2020 e término em agosto de 2022. A antecipação, conforme Romeu Zema, foi possível graças à eficiente gestão do fluxo de caixa de seu governo.

“Em nossa gestão, conseguimos aumentar a receita tributária sem criar ou elevar impostos. E isso, aliado ao ajuste do fluxo de caixa, permitiu que o Estado obtivesse recursos para fazer essa antecipação, que não interfere em outros compromissos financeiros com os quais temos que arcar. Vale lembrar que já havíamos antecipado o pagamento das parcelas restantes do acordo para 360 municípios que decretaram situação de emergência em função dos estragos causados pelas chuvas, totalizando R$ 146 milhões”, afirmou o govenador.

Organização

O governador reforçou ainda que a organização do fluxo de caixa foi fundamental para o Estado começar a colocar em dia outros débitos herdados pela atual gestão, como os R$ 7,5 bilhões referentes aos depósitos judiciais retirados pelo governo anterior, os R$ 6,7 bilhões de repasses da verba da saúde a municípios e instituições, e o passivo das férias-prêmio convertidas em espécie dos servidores do Executivo, além do pagamento dos salários no quinto dia útil.

 

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.