Governo catalão terá até segunda para confirmar se declarou independência

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
O líder catalão Carles Puigdemont fala ao Parlamento da Catalunha, em Barcelona

Carles Puigdemont, presidente do governo regional da Catalunha, declarou a independência da região em relação à Espanha, mas suspendeu os efeitos em seguidaQuique García/Arquivo/EFE

O requerimento enviado pelo governo espanhol ao chefe do Executivo da Catalunha dá prazo de cinco dias (até segunda-feira, 16) para que a Generalitat confirme se declarou a independência da região. O documento estabelece ainda que o presidente catalão tem até quinta-feira (19) para retificar a decisão e restaurar a ordem constitucional.

Para Jordi Turull, porta-voz da Generalitat (governo catalão), a iniciativa de Mariano Rajoy, presidente espanhol, deixa claro que não há abertura para o diálogo. Em seu discurso no Parlamento na última terça-feira (10), Carles Puigdemont, presidente catalão, afirmou que a suspensão dos efeitos da declaração de independência tinham como propósito abrir caminho para o diálogo, numa tentativa de diminuir as tensões e propiciar um possível acordo.

Festa Nacional

Hoje (12), a Espanha comemora o Dia da Festa Nacional, uma data simbólica para o país. Em Madri, milhares de pessoas foram às ruas para acompanhar os desfiles que contam com quase 4 mil militares e membros da Guarda Civil e da Polícia Nacional.

O lema da festa este ano é “Orgulhosos de ser espanhóis”. Neste contexto de tentativa de independência da Catalunha, as comemorações acabaram ganhando um tom de manifestações pela manutenção da unidade do país, com milhares de pessoas carregando bandeiras espanholas e cartazes de apoio ao governo central.

Gabinete do presidente do governo espanhol

Presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy , fala sobre a situação da Catalunha Ángel Díaz/Arquivo/EFE

Tanto os reis da Espanha, Felipe VI e sua mulher Letizia, como os presidentes das regiões autônomas participaram dos desfiles. Apenas representantes de três comunidades não foram ao evento: o de Euskadi, de Navarra e, naturalmente, o da Catalunha.

O ato começou hoje, por volta das 11h (horário local), com a chegada dos reis à Praça de Lima, onde foram recebidos com gritos de “viva a Espanha” por centenas de pessoas. O desfile, terrestre e aéreo, aconteceu no Paseo da Castellana e teve 84 veículos e 78 aeronaves.

Edição: Luana Lourenço

Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Para denunciar um comentário ofensivo clique na bandeira vermelha.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.