Gov. estadual pagará dívidas de sentenças judiciais militares

Há cerca de 40 débitos com servidores da PM e do Corpo de Bombeiros junto ao TJMMG .
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Estado de Minas Gerais, por orientação do governador Romeu Zema e a partir da articulação da Advocacia-Geral do Estado de Minas Gerais (AGE-MG), realizará o pagamento integral dos cerca de 40 precatórios devidos junto ao Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais (TJMMG).Precatórios judiciais são débitos da administração pública decorrentes de sentenças judiciais transitadas em julgado e que determinam o pagamento de valores pecuniários.A​​​​​ data com a previsão dos pagamentos deverá ocorrer até o final do mês de julho, contemplando precatórios devidos aos servidores da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, com vencimento até 31/12/2022. Conforme já anunciado pelo Estado, Minas Gerais deverá desembolsar, ao longo de 2022, aproximadamente R$ 1 bilhão no pagamento de precatórios em diferentes tribunais, como o Tribunal Regional Federal da 1ª Região, o Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e o TJMMG.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

1 Comentário
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Pirilampo da Silva
27/06/2022 11:48

É impressão ou realidade que nesse governo Zema e Bolsonaro só quem ganha são os militares? Fala sério. Vamos fechar o país e deixar só os militares viverem aqui, quero ver eles trabalharem e se pagarem com seus próprios impostos.

A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.