Golpe por WhatsApp usa o saque do PIS para enganar usuários

Caixa Econômica Federal esclarece que não solicita informação de dados ou senha pessoal para verificação de direito a benefícios sociais.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

Milhares de pessoas caíram, nesta semana, em mais um golpe de hackers. Desta vez, a mensagem falsa foi viralizada pelo WhatsApp e dizia que a pessoa que trabalhou de 2005 a 2018 tinha direito ao saque do PIS no valor de R$ 1.223,20.

A fraude induzia o usuário a compartilhar a informação para 30 amigos ou grupos do WhatsApp. E só depois, a pessoa poderia fazer o saque. A disseminação de conteúdos maliciosos, como este, é bem parecida com outros golpes que já ocorreram neste ano. Normalmente há um link, que redireciona para uma página e solicita os dados pessoais do usuário.

Por meio de nota, a Caixa Econômica Federal esclarece que não solicita informação de dados ou senha pessoal para verificação de direito à benefícios sociais. De acordo com o banco, no site e nas agências são disponibilizadas orientações de segurança com o objetivo de alertar seus clientes quanto ao risco de golpes, seja por e-mails spam, WhatsApp, sites falsos ou telefone.

Reportagem:  Cintia Moreira

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ATENÇÃO: Dê preferência em utilizar sua conta do Facebook ou Google para comentar. Comentários com cinco descutidas serão submetidos a moderação. Para denunciar um comentário, clique na bandeira vermelha.
Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.