Funcionários da Pássaro Branco ameaçam greve após atraso dos salários

Em nota, viação lamenta o atraso e diz que foi fortemente impactada pela pandemia.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Os funcionários da Viação Pássaro Branco fizeram uma assembleia na manhã desta terça-feira (04/05) e ameaçam entrar em greve por conta de atrasos de um benefício referente a 40% do salário. A empresa, que é responsável pelo transporte público urbano, reconhece o atraso e afirma ter sido fortemente impactada pela pandemia.

O presidente da Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Coletivo Urbano – SINTRURB, João Geraldo Lopes, explicou que uma assembleia foi realizada no dia 28 de abril onde a categoria reivindicou a quitação do adiantamento salarial que estava previsto para o dia 18 de abril. Ele afirmou que diversas reuniões foram realizadas com a empresa no intuito de resolver a situação, porém a categoria pede uma data limite para que o pagamento seja realizado.

Segundo ele, era para ter sido pago 40% do “vale” do salário no dia 18 de abril e o pagamento do salário no dia 03 de maio. Porém não houve a quitação de nenhum dos vencimentos. “A gente sabe que a empresa está dentro do prazo, que é até o quinto dia útil (…) que vence na sexta-feira. Se não houve a quitação do salário dos funcionários, a gente vai reunir em assembleia de novo e o que for decidido (…) a gente pode fazer uma paralização dos ônibus”, ressaltou João.

João ressalta que trabalha há 32 anos na empresa e nunca houve atraso nos vencimentos. Ele afirma que cerca de 30% dos ônibus estão na garagem, sem rodar, o que gera um prejuízo grande para a empresa. “A gente também não pode deixar de lado, temos que cobrar nossos direitos de trabalho”, ressaltou.

Nossa equipe entrou em contato com o empresário Eduardo Castanheira que respondeu através de nota:

Nota de esclarecimento

Sobre a reunião realizada pelos colaboradores da Viação Pássaro Branco Ltda, na data do dia 28/04 (quarta-feira), para discutir a questão do pequeno atraso salarial esclarecemos que:

1 – Respeitamos o legítimo direito de reunião, discussão e manifestação dos colaboradores;

2 – Lamentamos, profundamente, o pequeno atraso no pagamento do adiantamento dos salários do mês de abril de 2021;

3 – Infelizmente, somos mais uma das muitas empresas do setor de transporte coletivo de passageiros fortemente impactadas pelos reflexos da pandemia do Coronavírus (Covid-19), em especial a partir de março de 2020, com a perda abrupta de passageiros e de receitas;

4 – Registramos, ainda, que o último cálculo da planilha de custos efetuado pelo Município de Patos de Minas foi em janeiro de 2018 e, nesse período, além de nunca ter sido fixada a tarifa no valor apurado pelos estudos técnicos, gerando significativa defasagem tarifária, inúmeros foram os aumentos dos custos, principalmente nos combustíveis e na mão de obra, impondo desequilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão.

5 – Enfatizamos que todas essas questões já foram levadas ao conhecimento do Município de Patos de Minas (Poder Concedente), do Ministério Público Estadual e do Sindicato representante da categoria;

6 – Estamos aguardando o avanço das tratativas com referidos órgãos e esperamos, o mais breve possível resolver a questão, conjuntamente,  e, por consequência, garantir o pagamento pontual dos salários de nossos colaboradores e a manutenção da prestação do serviço da adequado à população Patense, como sempre o fizemos na nossa história.

Viação Pássaro Branco Ltda

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

1 Comentário
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Perito
04/05/2021 17:32

Certo. Trabalhou tem de receber.

A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Para denunciar um comentário ofensivo clique na bandeira vermelha.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.