Foliões relatam assédio, agressões, homofobia e roubo em bloco de carnaval do DF

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Relatos de assédios, agressões e roubo de celulares foram registrados por pessoas que participaram do bloco carnavalesco Quem Chupou Vai Chupar Mais, realizado no último sábado (3), na região central de Brasília. Na página do evento no Facebook são inúmeras as críticas ao evento, destinado principalmente ao público LGBT e simpatizantes.

A atriz Ariel Pimenta diz que levou socos e foi cercada por um grupo de homens durante a festa. “Homens muito agressivos em suas abordagens, chegavam beijando ou te puxando pelo braço, teve um grupo de seis caras que me rodearam para conseguir um beijo meu”, conta. Ela também reclamou da falta de policiamento no local.

Assédio e agressão a mulheres também foram presenciados pela estudante Sabrina Bastos. “Um cara que parecia estar muito doido praticamente enfiou o rosto nos meios seios e me disse alguma baboseira que eu não lembro direito mas que era sobre meus seios. Na hora eu fiquei morrendo de raiva, mas ao mesmo tempo não respondi porque ele estava muito perto e visivelmente alterado e eu estava encurralada, mesmo que com minhas amigas por perto se ele quisesse me bater ou algo do tipo ninguém poderia fazer nada para impedir”, diz. Ela conta que também viu um casal de lésbicas sendo assediado por um grupo de homens e tentativas de agressão a mulheres.

O publicitário Will Sousa teve o celular roubado do bolso durante a festa. Ele também presenciou um amigo ser agredido enquanto beijava outro homem. “Alguém que passou por eles deu um tapa na cabeça do meu amigo e sumiu na multidão”, diz.

A organização do evento divulgou uma nota oficial sobre os incidentes relatados. “Para nós, é inadmissível qualquer propagação de preconceito e violência. Nosso objetivo sempre será a segurança e diversão de nosso público”, diz o comunicado.

Os responsáveis pelo bloco informaram também que, por se tratar de um evento público e patrocinado pelo governo de Brasília, todas as demandas e estruturas foram solicitadas de acordo com o cronograma estabelecido pela Secretaria de Cultura. “Infelizmente, não cabe a nós restringir o público e ditar a quantidade que será fornecida de cada item; fomos informados a respeito dos fornecedores há pouco tempo antes do evento, mesmo com tanta insistência perante as autoridades responsáveis”

A assessoria da Secretaria de Cultura informou à Agência Brasil que, em termos de estrutura, tudo que foi solicitado pelo bloco foi disponibilizado.

FONTE: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.