Festa, som alto e confusão termina com jovem morto em Patos de Minas

A motivação do crime seria um desentendimento entre a vítima e os participantes da festa. Ele teria reclamado do som alto. O suspeito foi preso e disse que se defendeu de uma agressão. O caso será apurado pela Polícia Civil.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Geovani Belizardo, suspeito do crime, foi preso horas após o crime.
Foto: Daniel Soares/Maurício Fernandes (Reprodução/Patos Já)

Recentemente noticiamos o caso de um empresário mineiro que foi morto na capital por causa de 0,50 centavos, clique aqui e leia a matéria. Neste sábado (01) um novo homicídio levanta o questionamento, quanto vale uma vida?

Um jovem de 19 anos foi morto durante a madrugada em Patos de Minas. A motivação do crime seria uma discussão devido a um som alto.

- Continua depois da publicidade -

Segundo informações do Portal Patos Já, a Polícia Militar foi acionada duas vezes e compareceu ao Bairro Gramado para verificar as reclamações de pertubação ao sossego. Na primeira foi dada uma advertência e os militares solicitaram que os organizadores da festa abaixassem o volume do som e no segundo comparecimento, os equipamentos sonoros foram apreendidos.

Instantes depois, uma nova ligação surpreendeu a PM. Eles foram chamados para controlar uma confusão no mesmo endereço. Apesar de levarem o som, a pertubação continuou, e ao chegarem encontraram um rapaz morto e envolto em sangue

Testemunhas relataram que a vítima e o suspeito entraram em atrito. De acordo com o registro da PM, o rapaz teria saído de casa com uma espécie de arma, e neste momento o homem se apoderou de uma faca e o esfaqueou, sob justificativa de defesa.

Gabriel Moreira da Silva não resistiu e veio a óbito. O suspeito do homicídio, Geovani Belizardo da Silva de 23 anos, foi preso horas depois da consumação do homicídio.

Segundo o boletim de ocorrência, o jovem teria reclamado do barulho que continuou mesmo após a apreensão dos equipamentos de som.

A Polícia Civil instaurará inquérito e ouvirá as testemunhas para determinar a real dinâmica dos fatos narrados, assim como a motivação.

Com informações do Patos Já/NTV

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -