Ferramenta mapeia disponibilidade de conexões fotovoltaicas de Geração Distribuída em MG

Inédita, inovação pode ser adotada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Annel) e aplicada em todo o país.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Energia fotovoltaica
Foto: Renato Cobucci / Imprensa MG

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, lançou, na segunda-feira (29/6), o Mapa de Disponibilidade – uma ferramenta on-line que sinaliza as conexões fotovoltaicas de Geração Distribuída (GD) no estado. A iniciativa reduz, a poucos cliques, um processo que durava até 60 dias para ser respondido. Isso porque, a partir de agora, a empresa que quer instalar pequenas usinas solares em Minas poderá entrar no site da Cemig e acessar os pontos de capacidade da rede elétrica de uma determinada região.

Antes, isto era feito por meio de requerimento e respondido com base em estudo elaborado de cada caso. “Minas Gerais acaba de dar um grande passo em mais um processo de simplificação. O Mapa de Disponibilidade vai facilitar a vida de quem quer empreender no estado. Além de desburocratizar, queremos gerar cada vez mais empregos e renda”, destaca o governador.

- Continua depois da publicidade -

A iniciativa é fruto de uma solicitação da Sede e foi elaborada pela Cemig, a partir de grupo de trabalho composto pela própria companhia, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e a Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), com objetivo de aumentar a transparência e a agilidade do processo de consulta de acesso de cargas e minigeracão. A plataforma também possibilita aos mineiros localizar pontos com maior viabilidade técnica, menor custo e prazo para conexão.

“Além disso, o retorno nos casos em que não houver disponibilidade de rede, por exemplo, o empreendedor já tem uma sinalização pelo próprio sistema da necessidade de obra, a dimensão dela e os eventuais prazos estimados para que ela aconteça. Então, o empreendedor já consegue tomar decisão mais rápida sobre a instalação ou não na localidade que ele está consultando”, afirma Fernando Passalio, secretário-adjunto da Sede.

Solução pioneira

O Mapa de Disponibilidade de energia fotovoltaica é uma solução pioneira no setor elétrico brasileiro, conforme detalha o diretor-presidente da Cemig, Reynaldo Passanezi.

“A Cemig fez diversas pesquisas entre distribuidoras do Brasil e não há nada parecido. Essa ferramenta mostra o compromisso e a seriedade que a distribuidora tem para atender os seus clientes. Além de mostrar toda disponibilidade que temos em nossa área de concessão, a ferramenta fornece uma estimativa de custo da obra que o cliente precisará para conectar o seu empreendimento à rede da Cemig”, explica. Passanezi destaca ainda que Minas Gerais possui grande potencial na energia solar e atualmente é líder desse mercado, com quase 8 mil conexões na rede elétrica da companhia.

Para o governador Romeu Zema, a energia solar é muito importante para o futuro de Minas Gerais. “Podemos conquistar um importante crescimento econômico e considerável volume de geração de empregos com esses investimentos. O crescimento e criação de empresas passa pela disponibilidade de energia e o Governo de Minas Gerais e a Cemig estão no caminho certo”, ressalta Zema.

De acordo com a Cemig, a ferramenta é mais uma ação no sentido de alavancar o crescimento das conexões de Geração Distribuída no estado, em atendimento a uma necessidade crescente de diversos potenciais novos clientes e do Governo do Estado em atender a esta demanda energética. Dados da companhia apontam que Minas Gerais representa cerca de 20% das conexões de GD no Brasil, com mais de 40 mil unidades já conectadas a sua rede de distribuição.

Graus de disponibilidade

O Mapa de Disponibilidade de energia fotovoltaica contempla todas as mais de 400 subestações da Cemig no estado, além de indicar as instalações que estão sendo implantadas. A ferramenta classifica por cores a disponibilidade de cada subestação, sendo: Verde, quando há disponibilidade para atendimento; Amarela, quando a disponibilidade está limitada ou condicionada a uma obra estruturante; Vermelha para indicar que a capacidade de atendimento está 100% comprometida; e Cinza, quando a subestação está planejada para construção.

Além da facilidade ao usuário, o mapa otimiza o uso da rede da Cemig pelo consumidor, já que ele poderá direcionar seus investimentos para aqueles pontos de melhor distribuição. Assim, é possível desafogar as redes sobrecarregadas, direcionando investimentos para outras áreas em que a rede está disponível. Isso requer menos investimento tanto pela Cemig, quanto pelo investidor na sua expansão.

Para todo o Brasil

Em Minas Gerais está o maior número de unidades consumidoras com Geração Distribuída do país. A Cemig é a distribuidora com um total de aproximadamente 40 mil unidades e uma potência instalada de quase 500 megawatts.

A Geração Distribuída permite que o consumidor produza a sua própria energia elétrica e envie o excedente para a rede de distribuição de sua região, podendo ser posteriormente compensada com o consumo de energia elétrica dessa mesma unidade consumidora ou de outra unidade consumidora de mesma titularidade (resolução Aneel nº 482/2012).  O Brasil está entre os países com o maior potencial de crescimento em energia solar, especialmente pelo fato de possuir um dos melhores índices de insolação do planeta.

No mês passado, o projeto foi apresentado à Aneel e aprovado. Na oportunidade, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) destacou a relevância do Mapa de Disponibilidade de energia fotovoltaica e garantiu ser uma iniciativa inovadora e única no Brasil.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -