Serra do Salitre

Fazendeiro é baleado mas reage e abre fogo contra criminosos

A Polícia Militar prendeu três suspeitos. Segundo a ocorrência, eles teriam dito que foram contratados, mas erraram de fazenda e não acharam o alvo.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
O carro que teria sido usado pelos criminosos foi encontrado cravejado por disparos de arma de fogo
Foto: Divulgação (Polícia Militar/PMMG)

Um fazendeiro de 72 anos de idade foi vítima de uma tentativa de homicídio na zona rural de Serra do Salitre. O crime aconteceu na manhã de quinta-feira (21) e três suspeitos foram presos pela Polícia Militar.

De acordo com a corporação, os militares tomaram conhecimento do crime após o idoso dar entrada em um hospital de Ibiá. Testemunhas disseram que quatro indivíduos, incluindo uma mulher, chegaram na fazenda em um carro sedan (prata) e atiraram contra a vítima.

- Continua depois da publicidade -

O fazendeiro foi baleado no braço, conseguiu correr para dentro da casa, pegou uma espingarda e atirou contra os criminosos, revidando os disparos. Ainda segundo o boletim de ocorrência, os criminosos embarcaram no carro e fugiram. Eles não roubaram nenhum material na propriedade.

A Polícia Militar montou uma operação. Um veículo prata passou pela MG 230, em Patrocínio, em alta velocidade. O motorista conseguiu fugir, porém tempo depois o carro, Ford/Focus, foi encontrado abandonado. Ele estava com a lataria cravejada por disparos de arma de fogo e com um dos pneus furado.

Na continuidade das buscas, os PMs abordaram um carro de aplicativo e fizeram a prisão de dois suspeitos, de 19 e 22 anos. Em seguida um terceiro suspeito, de 23 anos, foi localizado. Esse jovem teria dito que jogou a arma, uma garrucha de dois canos, em meio ao matagal, porém ela não foi encontrada.

De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos teriam declarado que foram contratados para matar um fazendeiro e que receberiam R$ 5 mil pelo serviço. Ainda disseram que teria errado a fazenda e não acharam o alvo.

Outra duas pessoas suspeitas, um rapaz de 23 anos e sua namorada, não foram localizados. O idoso, vítima dos disparos, segue internado. Os militares informaram que o projétil transfixou o braço esquerdo e atingiu o pulmão.

As investigações serão conduzidas pela Polícia Civil. Os investigadores terão a missão de identificar o(s) suspeito(s) de ser(em) o(s) mandante(s) do crime.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -