Família é amarrada durante assalto na zona rural de Serra do Salitre

Dois autores foram presos pela Polícia Militar. Rastreamentos continuam na tentativa de identificar e localizar os demais envolvidos.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Ilustrativa (Arquivo TN)

Em SERRA DO SALITRE / MG, dia 14, por volta de 01h05min a Polícia Militar foi acionada a Comparecer na fazenda Patos na comunidade de Abacaxis, Serra do Salitre, onde teria ocorrido uma assalto.

Três autores, sendo dois homens e uma mulher, chegaram ao local encapuzados, um deles armado com uma pistola, anunciaram o assalto. As quatro vítimas foram amarradas com fitas adesivas e colocadas no banheiro de uma das residências.

- Continua depois da publicidade -

Os autores reviraram todos os pertences das vítimas, jogaram produtos alimentícios pelo chão, quebraram guarda-roupas e o jogaram também no chão. Os autores vasculharam duas residências e o escritório da fazenda, subtraindo um espingarda calibre 36, uma carabina de pressão 5.5, eletrodomésticos, vestuários, produtos alimentícios e dinheiros, colocando os objetos no veículo VW Fox 1.0, placa HDI 9700, de propriedade de uma das vítimas, evadindo no citado veículo.

Os autores também roubaram a motocicleta Honda CG 150, de cor azul, placa HNL 1009. Durante o deslocamento para a fazenda a Guarnição deparou com um veículo Fiat Palio de cor verde, ocupado por um homem e uma mulher.

O fato do veículo trafegando nas proximidades pouco após o roubo, gerou a fundada suspeita, sendo ele abordado. No veículo estavam um casal, que foram informados do roubo na fazenda Patos.

A mulher começou a chorar dizendo que era na casa de sua genitora, conduzindo a guarnição até a sede da fazenda. O casal havia parado o veículo na residência do gerente e aguardaram a viatura, momento que mudaram o comportamento e começaram a entrar em contradições, sendo que hora o homem falava que morava em Patrocínio e trabalhava na fazenda, realizado o deslocamento todos os dias naquele horário por dirigir sem possuir carteira, hora falava que morava no local e teria saido da fazenda por volta das 17 horas, deslocando a Patrocínio para olhar uma casa para alugar.

Posteriormente ele disse que trabalhou na fazenda por três meses e que teria sido mandado embora e que estavam retornando naquela hora para buscar suas coisas. As vítimas confirmaram que toda a família havia sido despedida e que teriam que desocupar a casa em que eles moravam na fazenda.

As vítimas conseguiram desvencilhar das amarras e acionaram a viatura, permanecendo escondidas em meio a lavoura de café. Segundo as vítimas os autores chegaram no local por volta da 23 horas e que a ação deles durou por cerca de uma hora. Um dos autores chegou a agredir uma das vítimas com uma coronhada.

Diante do exposto e das contradições do casal, que começaram também a imputar a ação criminosa a outras pessoas foi dada a voz de prisão em flagrante delito pela participação do crime e fuga dos criminosos.

Posteriormente os funcionários da fazenda localizaram uma cerca de arame que foi cortada, próximo a casa onde o casal morava, confirmando que os autores tiveram contado com eles.

O casal J.F.C. de 24 anos e a menor de 17 anos foram conduzidos e entregues na delegacia de polícia civil. Os rastreamentos continuam para identificar e localizar os demais envolvidos, bem como os veículos e bens das vítimas.

ASCOM – Polícia Militar

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -