Falcão volta a defender aulas presenciais e secretária diz que escolas estão preparadas

A decisão, no entanto, depende do governo estadual e do poder judiciário.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), disse em entrevista nesta quarta-feira (06/01) que seu foco é o retorno das aulas presenciais. Ele explicou que a decisão não depende exclusivamente do executivo municipal, mas também do governo estadual e do poder judiciário.

Falcão destacou que se reuniu com a Secretária de Educação, Fabiana Ferreira, e deixou claro sua vontade. Salientou que a retomada pode ser mais fácil para algumas faixas etárias. “Não que dependa exclusivamente da vacina, mas é muito importante a vacina porque dá tranquilidade a todos”.

Fabiana afirmou que já existe um preparo para a retomada da presencialidade. “Foram adquiridos diversos itens. Nós já instituímos equipes locais nas instituições. Nós tivemos todo o cuidado de repensar a organização dos espaços.”

As aulas foram suspensas em março de 2020. Em outubro, a justiça barrou a retomada da presencialidade. Desde então, as escolas permanecem fechadas, sem previsão para o retorno.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ATENÇÃO: Dê preferência em utilizar sua conta do Facebook ou Google para comentar. Comentários com cinco descutidas serão submetidos a moderação. Para denunciar um comentário, clique na bandeira vermelha.
Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.